Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Argentina: O primeiro país na América Latina com casamento (vídeo)

O Senado argentino aprovou esta madrugada o projecto de lei que prevê o casamento entre pessoas do mesmo sexo, aprovado a 5 de Maio pela Câmara dos Deputados: A Argentina torna-se assim o primeiro país da América do Sul a permitir legalmente a união entre homossexuais e o décimo no mundo.

O aceso debate durou 14  horas vividas com ansiedade pelas milhares de pessoas pró e contra casamento que aguardavam em frente do Congresso e nas redes sociais pelo resultado da votação. O cantor Ricky Martin, que recentemente se assumiu homossexual, comentavava na sua conta do twitter "Os mesmos direitos com os mesmos nomes para tod@s". A votação, que esteve sempre renhida, foi efectuada por maioria simples, com 33 votos a favor, 27 votos contra e 3 abstenções. Desde o final de Maio os senadores argentinos promoveram uma série de audiências públicas em Buenos Aires e em outras cidades argentinas para ouvir diferentes sectores da sociedade, como entidades religiosas, associações culturais e psicólogos. 

Será agora necessário reformar o Código Civil argentino, alterando as palavras "marido e mulher" pelo termo "contraentes". Esta decisão prevê também igualdade de direitos no que respeita à adopção, heranças e benefícios sociais para casais de pessoas do mesmo sexo.

 

 

 

Ontem, em vários bairros de Buenos Aires decorreram entre as 20h e as 20h30 o “Ruidazo por la igualdad”, isto é, concentrações ruidosas a favor da aprovação da lei, em que os participantes se manifestaram com tachos, assobios e vuvuzelas. No entanto, em frente ao Congresso decorreu uma manifestação contra a nova lei. Segundo os organizadores, estariam 200 mil pessoas, um número que baixa para os 50 mil de acordo com os cálculos da imprensa local.   Desde Dezembro de 2009 que nove casais homossexuais se casaram na Argentina, após apelarem aos tribunais para terem acesso a este direito.

 

 

      

           

5 comentários

Comentar