Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Quatro mil portugueses já responderam ao maior inquérito do mundo para homens gay

Está a decorrer, durante este Verão, o estudo European MSM Internet Survey (EMIS) o maior estudo sobre homens homossexuais, bissexuais ou outros homens que têm sexo com homens. As respostas obtêm-se através de um questionário on-line disponível em 25 línguas e promovido em 31 países europeus, o que permitirá comparar os dados entre os diferentes países, tornando-se assim o maior do mundo realizado neste âmbito. De acordo com informações recolhidas pelo dezanove, já responderam mais de 138 mil pessoas em toda a Europa, dos quais quatro mil são portugueses.
Este estudo pretende recolher dados sobre comportamentos sexuais e comportamentos relacionados com infecções sexualmente transmissíveis. Os parceiros portugueses são o GAT (Grupo Português de Activistas sobre Tratamentos de VIH/SIDA), o Instituto de Higiene e Medicina Tropical e a Faculdade de Medicina do Porto. Vários sites de encontros como PortugalGay, BearWWW, GayRomeo e Manhunt estão a colaborar na divulgação deste estudo.
Ricardo Fuertes, psicólogo do GAT, disse ao dezanove que “este estudo dá uma perspectiva mais objectiva e realista da situação dos homens que têm sexo com homens. Actualmente podemos nascer num país, residir noutro e ter relações sexuais quando estamos de férias no estrangeiro, por exemplo”. “Todas as relações sexuais e com os diferentes parceiros, estáveis ou ocasionais, a forma como a homossexualidade é aceite e entendida nos diferentes países e o acesso que existe à prevenção e aos cuidados de saúde podem ser determinante na prevenção e atendimento de infecções como o VIH e outras infecções sexualmente transmissíveis. Este inquérito pode ser importante para poder chegar a esta visão global”, completa o psicólogo. O questionário pode ser respondido até 31 de Agosto.

1 comentário

Comentar