Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Alexandra Lencastre num Eléctrico Chamado Desejo

É considerada uma das obras-primas da dramaturgia do século XX e foi escrita pelo autor gay norte-americano Tennessee Williams. “Um Eléctrico Chamado Desejo” estreia a 9 de Setembro no Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa. Alexandra Lencastre é a protagonista, dando corpo a Blanche DuBois, uma frágil e solitária sulista, que decide visitar a sua irmã, Stella, que vive num bairro pobre de Nova Orleães. A peça retrata o confronto entre os valores tradicionais do Sul dos Estados Unidos da América e o materialismo agressivo da América moderna. Numa altura em que a sua vida se encontra em declínio, Blanche acaba por se confrontar com o marido de Stella, Stanley Kowalski, cujo temperamento rude tanto ofende como a atrai. No elenco encontra-se nomes como Albano Jerónimo, Lúcia Moniz e Pedro Laginha. A encenação é de Diogo Infante.


Nos anos 50 do século passado, Tennessee Williams viu a sua vida pessoal exposta na revista Time, com o escritor Louis Kronenberger a revelar a sua orientação sexual. Nos anos 70 falou, por várias vezes, à imprensa e à televisão a propósito da sua homossexualidade. Faleceu em 1983.


Já segues o dezanove no Facebook?