Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

EUA: Cadete desiste de Academia Militar devido a política anti-gay


Katherine Miller, uma cadete lésbica entregou uma carta a resignar à Academia Militar de West Point devido à política “Não perguntes, não fales”, que proíbe as pessoas LGBT assumidas de prestarem serviço nas forças armadas norte-americanas. Miller, encontrava-se no terceiro ano (de um total de cinco) e era uma das melhores alunas da academia. No entanto, a ex-cadete declarou que não podia continuar a mentir sobre a sua sexualidade e que estava cansada quer das atitudes homofóbicas que a política conhecida por “don't ask, don't tell” instigava na academia, quer do assédio sexual a que era sujeita para manter a sua sexualidade em segredo.


Na carta de Katherine Miller pode ler-se: “Com esta carta pretendo dar um exemplo concreto das consequências de uma lei e política social falhada. Menti aos meus colegas e comprometi a minha integridade e identidade ao aderir a esta política militar.” Embora tenha referido que não se demitiu devido à pressão, a norte-americana declarou que sentiu que tinha de inventar uma história heterossexual para partilhar com os colegas, caso estes perguntassem, e tinha suportado comentários homofóbicos por medo “de que a minha opinião fosse alienada”. No horizonte de Katherine Miller está agora um curso na Universidade de Yale e continuar a lutar contra a política “Don't ask, don't tell”.


Já segues o dezanove no Facebook?

2 comentários

Comentar