Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Humphrey Bogart dormiu com 1000 mulheres por medo de ser gay

 Uma nova biografia do actor Humphrey Bogart alega que este dormiu com mil mulheres porque tinha medo de ser gay.

“Humphrey Bogart, the Making of the Legend” é o título da biografia escrita pelo jornalista Darwin Porter e afirma que antes de ter casado com Lauren Bacall em 1945, a super estrela terá dormido com aproximadamente 1000 mulheres incluindo Bette Davis, Jean Harlow, Marlene Dietrich e Ingrid Bergman.

O livro, que irá ser publicado no próximo mês nos Estados Unidos, alega que o Bogart era atormentado por receios de ficar impotente ou ser homossexual e que até considerou cometer suicídio durante o segundo casamento. Há rumores de que o actor dormiu com uma mulher diferente quase todas as noites durante os anos 20, quando actuava na Broadway.

Darwin Porter declarou que estava a tentar fazer concorrência à sua primeira mulher que teve várias amantes. Ambos eram perseguidos pelas mesmas mulheres, incluindo a estrela de Jazz Louise Brooks e a extravagante actriz e apresentadora de televisão Tallulah Bankhead."

Joan Blondel, uma das ex-namoradas do actor, declarou: "O fecho foi inventado em 1926. O 'Bogie' exigiu que se pusesse um fecho éclair em todas as suas calças, assim era mais rápido para o acto sexual. Nesse tempo ele era bastante activo, e era bem parecido antes de começar a perder o cabelo."