Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Alexandre Frota: “Se eu tiver que ser homofóbico contra o senhor, eu serei, assim como você é heterofóbico”

 Alexandre Frota gays homofobico.jpg

O actor Alexandre Frota divulgou recentemente um polémico vídeo onde faz diversas acusações ao deputado brasileiro Jean Wyllys e declarações questionáveis sobre homossexualidade.

O desentendimento entre ambos começou quando o canal de televisão brasileiro BAND retransmitiu, a 02 de Março passado, o programa “Agora é Tarde” de Rafinha Bastos, e que tinha sido exibido pela primeira vez em Maio de 2014. Durante a entrevista Alexandre Frota relata que fez sexo com uma mãe de santo dando a entender que teria sido sem o consentimento da mulher.

As redes sociais foram inundadas de críticas e o deputado Jean Wyllys acusou-o de fazer apologia à violação.

Alexandre Frota rebateu a acusação, relatando que o caso era uma história de ficção que fazia parte do seu espectáculo “Identidade Frota”. Mesmo assim não se livrou das acusações dos internautas que questionaram se um crime tão grave deveria ser motivo de piada.

Recentemente o actor foi convocado pelo Ministério Público para prestar declarações sobre o caso no Fórum Criminal da Barra Funda na sequência deste processo e foi aí que surgiu o polémico vídeo. Nele, o ex-participante do reality show da TVI “Quinta das Celebridades”, mostra ser um defensor da família.


 

 

A altura da declaração é particularmente relevante, já que no passado dia 24 de Setembro a Comissão Especial da Câmara dos Deputados Brasileira aprovou o novo Estatuto da Família, que prevê o reconhecimento do conceito de família como sendo exclusivamente a união entre um homem e uma mulher, deixando de fora famílias monoparentais ou famílias com casais do mesmo sexo, por exemplo. Frota, aproveitou também para criticar no vídeo o apoio do deputado ao projecto Escola sem Homofobia conhecido como “Kit Gay” e no final rematou com “Se eu tiver que ser homofóbico contra o senhor, eu serei, assim como você é heterofóbico. Aliás, quero que me mostre na Constituição onde é crime ser homofóbico ou se existe pelo menos essa palavra lá na Constituição”.

Alexandre Frota G magazine.jpgAlexandre Frota esconde por trás deste discurso uma forte ligação à comunidade homossexual. Pousou nu quatro vezes para a extinta revista brasileira “G Magazine”, destinada ao público homossexual. Num dos ensaios foi fotografado com quatro homens mascarados em poses sexuais.

alexandre_frota_nu_porno_gay_filme.jpg

Durante a sua carreira como actor pornográfico gravou uma cena de sexo explícito com a transexual brasileira Bianca Soares. Em Portugal, para além das novelas nos anos 90, mais recentemente participou no reality show da TVI “Quinta das Celebridades” (2004), alcançando o segundo lugar. O seu grande aliado durante o programa foi (o Conde) José Castelo Branco, que se sagrou vencedor.

Também importa reforçar que não é a primeira vez que existe a tentativa de criminalizar a "heterofobia" no Brasil. No passado dia 21 de Outubro foi adiada uma votação sobre uma proposta, de autoria do deputado Eduardo Cunha, que prevê pena de prisão de até três anos para quem discriminar casais heterossexuais.

O discurso de Alexandre Frota dá força à onda de conservadorismo que cresce no Brasil e revela uma outra face da sua personalidade. Será este o verdadeiro Alexandre Frota ou existe uma tentativa de branquear o passado e tentar ganhar credibilidade juntos aos sectores mais conservadores da sociedade brasileira?

Brevemente saberemos a resposta e quais as suas verdadeiras intenções. 

 

Carlos Maia

3 comentários

Comentar