Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Ataque homofóbico em Lisboa

Ataque homofóbico em Lx.jpg

Para Dária, Daniel e mais um amigo a noite do último Sábado não correu como planeado. Após sairem de uma festa LGBT-friendly, já em plena rua e por volta das 06h30 da manhã começaram a ouvir "bocas": "Olha os paneleiros, com uma miúda, vão se todos enrabar com amiga!". Era o princípio de mais um ataque homofóbico.

Dária fez uma publicação no Facebook a explicar o sucedido. Em dois dias a história já foi partilhada por mais de 400 pessoas. A publicação é acompanhada de uma foto onde se pode ver um olho negro: "Fiquei assim hoje porque subestimei a estupidez humana e tentei proteger um amigo! [...] Embora eu não fosse o público alvo da festa, fui recebida de braços abertos e tratada com todo o respeito. A noite correu lindamente!" reitera a jovem.

Depois de sairem da festa o Dária, Daniel e um amigo começavam a dirigir-se para casa. Os comentários homofóbicos foram proferidos sucessivamente por cinco rapazes na casa dos 20 anos que estavam dentro de um carro estacionado.  Foi aí que um dos amigos de Dária respondeu:

"- Sim, sou paneleiro e depois?"

Foi o suficente para as agressões físicas começarem: Dária tentou segurar um rapaz de agredir o amigo e acabou com um olho negro. "Um dos agressores lançou-se aos pontapés contra o meu amigo" explica Dária. "Eu pus-me no meio a tentar separá-los e levei um murro desse tal macho heterosexual!" 

"Eles já deviam querer confusão e juntando ódio aos gays deu nisto..." declarou a jovem ao dezanove.pt. O post de Dária termina com a palavra "SURREAL". 

O dezanove.pt sabe que este ataque homofóbico foi reportado junto das autoridades policiais. 

2 comentários

Comentar