Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Ataque violento na Arménia

flag-of-armenia.png

De acordo com informações recebidas pela Associação ILGA Europe, nove pessoas LGBTI, incluindo activistas da organização PINK Armenia, foram alvo de um violento ataque esta sexta-feira à noite. 

O incidente ocorreu na aldeia de Shurnukh, na região de Syunik, localizada no sudeste da Arménia. Aproximadamente pelas 20 horas, um grupo de 30 pessoas confrontou estas nove pessoas na rua, espancando-os. Duas pessoas do grupo ficaram com ferimentos graves e foram hospitalizadas. As restantes sete vítimas sofreram ferimentos leves.

Apesar de terem chamado a polícia após o ataque, as vítimas afirmaram que a polícia não chegou até às 21h30, apesar de Shurnukh ser uma cidade relativamente pequena.

Alguns responsáveis da associação Pink Armenia estiveram em contacto com as vítimas desde que estas deram entrada no hospital e também foram à esquadra da polícia na cidade de Goris. Há informações de que o Provedor de Justiça Europeu deverá entrar em contacto com as autoridades locais após este incidente.

A ILGA Europe fez saber que "está chocada com a notícia deste violento crime de ódio contra membros da comunidade LGBTI. Este é o mais recente de uma série de incidentes perturbadores este ano; uma tendência que não pode continuar", pode ler-se num comunicado a que o dezanove.pt teve acesso: "As pessoas LGBTI fazem parte da sociedade arménia e devem ser capazes de viver plena e livremente, sem medo. Apelamos aos agentes da polícia locais, às agências nacionais de aplicação da lei e aos decisores políticos para que encontrem os responsáveis, investiguem totalmente este incidente sem mais demoras e introduzam leis para proteger as pessoas LGBTI contra crimes motivados pelo preconceito".

Segundo o último relatório anual Arco-Íris da ILGA Europe, a Arménia está actualmente em 48º lugar (em 49 países). Este ranking, conhecido como Rainbow Europe Map, classifica os países em termos das leis e políticas inclusivas em relação às pessoas LGBTI.