Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Cantor de Israel na Eurovisão alvo de discriminação homofóbica na Rússia (com vídeo)

 Hovi Star Gay Israel euro-homophobia.png

Numa das várias digressões europeias de promoção do próximo Festival da Eurovisão (ESC), o cantor representante de Israel foi alvo de discriminação. O episódio homofóbico teve lugar na Rússia.

 

Hovi Star, que é assumidamente gay, estava no aeroporto de Moscovo devido a espectáculo de promoção do ESC, quando as autoridades aeroportuárias lhe arrancaram o passaporte das mãos  e se riram dele. O incidente já aconteceu há cerca de um mês, mas só agora o cantor reagiu à situação publicamente num programa de televisão na ilha de Malta.

“Em Moscovo, pessoas gostam que os homossexuais como eu passem um mau bocado… Talvez por que sou gay, eu sou assim, porque me visto assim, porque uso maquilhagem. Quando estava a entrar no aeroporto de Moscovo tive problemas com as autoridades na zona de controlo de passaporte. Disseram-me que eu não podia entrar, arrancaram-me o passaporte, riram-se de mim”.

É incrível que isto aconteça neste contexto eurovisivo, porque a minha canção “Made of Stars” é um tributo à igualdade, todos nascem iguais, todos morrem iguais. Eu prefiro dar amor. É grátis. Não há necessidade de odiar. Vejo isto como uma lição e não a título pessoal, eu adoro a Rússia, já lá estive várias vezes, adoro o Sergey Lazarev. Vivemos, aprendemos, sorrimos e damos amor a todos!” reagiu assim o cantor israelita.

Este incidente pode voltar a levantar a questão da homofobia existente na Rússia e tornada legal em 2011. A aprovação da lei anti-propaganda gay indignou activistas de defesa dos Direitos Humanos em todo o mundo, mas continua em vigor.

Em 2014, Conchita Wurst a vencedora do certame, dedicou a sua vitória a todos aqueles que lutam pela igualdade e prometeu ser imparável contra a discriminação com base na orientação sexual e identidade de género. Também o participante russo da edição deste ano, Sergey Lazarev, é um defensor  público dos Direitos LGBT

A final do Festival da Eurovisão 2016 está marcada para 14 de Maio em Estocolmo. 

 

3 comentários

Comentar