Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Carlos Costa: “Gay? A minha vez de reagir” (com vídeo)

Carlos Costa vídeo.JPG

“Tequila” de Carlos Costa obteve um milhão de visualizações em duas semanas e, com isso, vieram também reacções: milhares de elogios e críticas negativas. Esta terça-feira o cantor decidiu publicar uma mensagem onde fala dos propósitos do seu trabalho, mas também dos insultos de que foi alvo.

 

“Até percebo que não compreendam a minha linguagem artística. Tenho de falar como Carlos e não como Carlos Costa, a personagem” começou. “É muito grave ler comentários que me tentam ofender por causa da minha orientação sexual. No fundo os gays não têm culpa nenhuma da loucura das minhas personagens. É pena que por apenas um videoclipe musical as pessoas demonstrem que ainda vivemos num mundo cheio de ódio por tudo que foge aos parâmetros considerados ‘normais’” refere o cantor.

“Quantos artistas foram homossexuais durante anos e só agora o vieram a assumir?” questiona. “Eu preferi assumir o touro pelos cornos. Compreendo as gerações mais antigas afinal não lhes podemos abrir o cérebro […], todos temos direito a uma opinião, mas afinal qual é a desculpa dos jovens da minha idade? Qual é o jovem de hoje em dia que não tem um amigo, um irmão, primo que é gay? Mesmo que eu fosse a coisa mais nojenta e repugnante à face da Terra, não sou menos do que rigorosamente ninguém. Tenho o direito à vida como qualquer um de vós.”

Vê o testemunho completo de Carlos Costa aqui:

14 comentários

Comentar