Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Como arranjar marido na Web Summit

Créditos: Web Summit Lisbon 2016

Termina amanhã a conferência de tecnologia que trouxe ao Parque das Nações, em Lisboa, 70 mil pessoas. É provavelmente o mais perto de uns Jogos Olímpicos que Portugal vai ter nos próximos 100 anos. E, tal como na Aldeia Olímpica, há quem aproveite os interstícios entre reuniões e conferências para outro tipo de actividades disruptivas. Uma oportunidade de ouro para arranjar alguém interessante para partilhar uma vida em comum (i.e., marido rico), o amor de toda uma vida ou o amor de umas duas/três horas ou assim.

O dezanove, assim como quem não quer a coisa, e baseando-se na experiência dos últimos três dias, sugere algumas dicas para ajudá-lo a fazer com que a coisa se dê mais facilmente. E ficam já para os próximos dois anos. Um manual a reutilizar.

 

Use aplicações. Se é uma daquelas pessoas que acha que é boa demais para apps como Tinder, Happn ou Grindr (por ordem decrescente de santidade), é bom deixar esses pruridos de lado e fazer já o descarregamento. Faça o upload da sua melhor fotografia (de cara, que estamos em 2016) e comece a chatear pessoas de imediato. Para facilitar as interacções, experimente por na descrição algo como não muito óbvio como “WEB SUMMIT” ou “horny @ fil”.

 

Puxe pelo seu lado empreendedor. Isto é, seja mentiroso. Esqueça textões do género “Techie entrepreneur with lots of innovative ideas looking for friends and fun”. É um grande nqs (ninguém quer saber). Experimente por apenas “VC INVESTOR” e é vê-los todos a fazer-lhe o pitch através de lindas nudes.

 

Créditos: Web Summit Lisbon 2016

Vá a festas. Partindo do princípio que tem um ‘gaydar’ apurado, e depois de desbastar as multidões extraindo do seu campo de visão a tralha hetero (por muito que lhe custe sacrificar alguns), interaja com quem lhe parecer mais indicado para si. Um bom truque é arranjar uma fita a dizer “media” ou “investor”, de forma a colarem-se a si de diversas formas na procura desinteressada do amor. Se estivermos a falar de uma festa privada com VCs internacionais, vai dar por si a assistir àquelas coisas que as pessoas muito ricas fazem, do género ver lançamento de anões e shows de sexo exótico com mascarilhas venezianas enquanto debica sushi espalhado em cima de uma oriental nua e canapés de cocaína.

 

Separe o trigo do joio. Para um one night stand, talvez lhe baste um empreendedor croata com uma ideia para uma aplicação sem interesse nenhum mas que ele está convencido que vai criar valor para o mundo todo e que multidões lhe irão agradecer, comovidas, pela visão de futuro. Se sacar um investidor, aproveite os copos que ele lhe vai pagar e a noite no Hilton. Não se esqueça do spa.

 

Troque cartões. Para chateá-los meses mais tarde quando tiver fundado a sua start-up e se o seu projecto for recusado pelo QREN.

 

Fotos: Web Summit Lisbon 2016

Miguel Oliveira

1 comentário

Comentar