Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Como será o dia de arranque do Queer Porto

QP.jpeg

“The Wound”, o premiado filme do cineasta sul-africano John Trengove, marca o arranque do primeiro dia da terceira edição do Queer Porto – Festival Internacional de Cinema Queer, esta quarta-feira, 4 de Outubro, no Auditório Isabel Alves Costa, às 21h30.

 

O filme estreou na Berlinale e foi premiado no Frameline San Francisco International LGBTQ Film Festival e no LA Outfest, No seu enredo cruzam-se questões relacionadas com o género, a orientação sexual e a classe social, de forma a produzir uma imagem idiossincrática da África do Sul dos nossos dias. Na Noite de Abertura serão apresentadas as várias propostas desta terceira edição do Queer Porto e o Júri da Competição Oficial, constituído pelo artista António MV, pelo produtor da RTP Pedro Bessa e pela actriz Sara Carinhas.

Antes, será exibido no Teatro Rivoli o documentário “Juntas”, de Nadina Marquisio e Laura Martínez Duque sobre o primeiro casal lésbico a casar-se legalmente na América Latina, após terem lutado durante muitos anos para a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Argentina. O documentário passa às 17h.
Um dos grandes destaques da programação deste ano do Queer Porto 3 passa ainda pelo ciclo “This is Me”, centrado na representação autobiográfica no cinema queer. “Craigslist Allstars”, de Samira Elagoz, é o primeiro título deste ciclo a ser exibido. Samira Elagoz é uma jovem performer finlandesa de origem egípcia, que tem vindo a explorar nos seus trabalhos o conceito de encontro íntimo, mediado pelas novas tecnologias. O crescente interesse pelo documentário fê-la iniciar um novo projecto em 2013, que viria a resultar em "Craigslist Allstars". Elagoz colocou um anúncio na Craigslist a marcar um encontro com homens, mediante a condição de poder filmar esse mesmo encontro. O resultado pode agora ser visto no Teatro Rivoli, às 19h.
Também inaugura neste primeiro dia a instalação desenvolvida pela plataforma digital australiana QueerTech.io, que aceitou o desafio do Queer Porto em apresentar uma instalação que nos revelasse obras ilustrativas dos novos desafios criados pela internet na criação audiovisual queer. A instalação poderá ser vista no Foyer do Café Rivoli, entre as 15h e as 22h, até domingo, 8 de Outubro. 
Neste primeiro dia, o Queer Porto volta ainda ao Maus Hábitos com a sua tão aguardada Festa de Abertura da terceira edição do festival. Este ano, o festival convidou o colectivo Young Boy Dancing Group (YBDG), constituído por Tomislav Feller, Nils Amadeus Lange, Maria Metsalu, Ofelia jarl Ortega, Vincent Riebeek, Nicolas Roses e Manuel Scheiwiller, para apresentar uma performance, com base na improvisação e no site-specific, que aborda questões sobre sexualidade, era digital e fetiche. A Festa de Abertura receberá ainda os DJ sets de Nuno Ramalho, artista do campo das artes visuais, e de Forest (Tiago Pinhal Costa).

 

Fonte: Queer Porto. Toda a programação do festival aqui.

 

 

Publicidade: