Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Crime violento na Suécia contra homossexual

Dois jovens foram acusados pelo homicídio violento de um homem gay na Suécia. Os alegados atacantes são classificados como “crianças desacompanhadas” de 16 e 19 anos e são provenientes de Marrocos, onde a prática sexual entre pessoas do mesmo sexo ainda é crime.

 

De acordo com o jornal “Expressen”, os dois jovens refugiados seguiram a vítima de 56 anos até ao seu apartamento em Bergsjon, após este lhes ter oferecido comida e roupas. Já no apartamento, a vítima foi espancada até à morte e estrangulada pelos jovens com uma serpente morta. Os polícias encontraram o corpo do homem vestido com roupas de mulher. Segundo o namorado do falecido, este factor deverá ter sido “obra” dos assaltantes, uma vez que a vítima não tinha por hábito vestir roupas de mulher.

O jovem de 16 anos foi acusado por homicídio com dolo intencional determinado por ódio e o outro de 19 anos foi acusado por cumplicidade no crime. Os jovens gravaram um vídeo nos seus telemóveis, onde se consegue ver a vítima a ser amarrada e agredida ao som de gritos de ofensas e exclamações contra os homossexuais. Foi encontrado na serpente sangue do jovem mais novo, no entanto, este alegou que agiu em legítima defesa, acusando o homem de tentar forçá-lo a fazer sexo com ele.

Segundo diversas fontes, incluindo o Departamento sobre Drogas e Crime das Nações Unidas (UNODC), verifica-se um aumento, de ano para ano, do número de crimes violentos a ocorrerem na Suécia.

 

Créditos das fotos: Expressen. 

 

Alexandre Iourtchenko

4 comentários

Comentar