Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Foi assim a primeira semi-final da Eurovisão

IMG-20160511-WA0079.jpg

Mais um ano, mais um festival da Eurovisão. Na sequência do festival de 2015, em Viena de Áustria, no qual se sagrou vencedor o sueco Måns Zelmerlöw, este ano segue-se Estocolmo.

A Suécia tem um longo historial eurovisivo e orgulha-se imenso da sua participação, tendo marcado presença por 55 vezes desde 1958. O país escandinavo já ganhou o festival por seis vezes, mantendo-se na grelha das classificações em segundo lugar, ficando apenas a Irlanda em primeiro, atingindo o número máximo de 7 vitórias.
O equivalente do Festival da Canção na Suécia chama-se Melodifestivalen. Este evento tem várias semifinais e segundas hipóteses, decorrendo ao longo de cerca de três meses. Habitualmente começando em Janeiro e terminando em Março de cada ano. Este país investe bastante na participação com grandes produções visuais e cénicas como a de Loreen, em Baku, Azerbeijão, 2012. 

Como é habitual, o festival da Eurovisão decorre com duas semi-finais, a primeira, 10 de Maio onde participaram (por ordem) Finlândia, Grécia, Moldávia, Hungria, Croácia, Países-Baixos, Arménia, São Marino, Rússia, República Checa, Chipre, Áustria, Estónia, Azerbeijão, Montenegro, Estónia, Bósnia Herzegovina e Malta. A primeira semi-final do festival decorreu com grande pompa e circunstância, muito própria do evento. Podes ver mais em: 

Os anfitriões Petra Meda (anfitriã da Eurovisão em 2013, que decorreu em Malmö, Suécia) e Måns Zelmerlöw (vencedor da Eurovisão de 2015) mantiveram as espectadoras e espectadores entretidos com humor claramente direccionado a um público LGBT com trocadilhos da palavra “come” (vir), tirada do lema deste ano "Come Together" (unir-se ou literalmente: vir juntos). No final, de entre os dezoito países que participaram, o público elegeu dez para seguir para a grande final de Sábado, a 14 de Maio: Azerbeijão, Hungria, Croácia, Países-Baixos, Arménia, Rússia, República Checa (pela primeira vez), Áustria, Chipre e Malta. Os outros ficaram para trás. Para estes países, muita sorte e até à final de Sábado.

IMG-20160511-WA0075.jpg

Esta quinta-feira, 12, vive-se a segunda-meia final, cujos ensaios estão a decorrer neste momento. Daqui serão eleitos mais dez países que se somam aos anteriores dez e aos Big Five (Alemanha, Espanha, França, Itália e Reino Unido) e à anfitriã Suécia.

 

Continua a acompanhar-nos desse lado!   

E vê as melhores fotos e vídeos no Facebook, YoutubeInstagramTwitter do dezanove.

Ricardo Duarte em Estocolmo