Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Foram estes os vencedores do Queer Porto 2017

 

 

QP.jpg

 

São já conhecidos os vencedores do festival de cinema Queer Porto, que terminou este Domingo.

 

O Júri da Competição Oficial do Queer Porto 2017 decidiu atribuir o Prémio de Melhor Filme a “I Am Truly a Drop of Sun on Earth” (Suíça, 2017), de Elene Naveriani, um prémio no valor de três mil euros atribuído pela RTP2, pela compra dos direitos de exibição do filme neste canal.

Para os membros do júri, “qeste filme dá-nos um momento no tempo, que se fixa pelo efeito da luz e da retina sem se inscrever na História. Feito de tempo, nos ambientes reais e com as pessoas que contam a sua realidade, interpretando-a brilhantemente sob uma direção impressionante. Somos mergulhados no cruel mundo cujo preto e branco é ao mesmo tempo metáfora e afirmação. Rigoroso e cuidado retrato de dois mundos que se opõem ao mesmo tempo que se alimentam”.

O público do Queer Porto 3 premiou “The Wound” (África do Sul, Alemanha, Holanda, França, 2017), de John Trengove, com o Prémio do Público para Melhor Filme.
O Júri atribuiu ainda o prémio de Melhor Curta-Metragem de Escola da Competição In My Shorts a “Quando o Dia Acaba” (Portugal, 2017), de Pedro Gonçalves, um prémio no valor de 400 euros em equipamento audiovisual, patrocinado pela Much Underwear, e num crédito de 500 euros para formação numa das Escolas Restart, de Lisboa ou Porto.
O Júri decidiu ainda atribuir uma Menção Especial à curta-metragem “A Espera” (Portugal, 2016), de Joana Alves.

 

 

 

Publicidade: