Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Homossexualidade em “Madre Paula” (com vídeo)

 

Madre Paula gay video RTP.JPG

A nova série de ficção das quartas-feiras à noite da RTP1 aborda a história de amor proibido entre Madre Paula (Joana Ribeiro) e o rei D. João V (Paulo Pires). Mas a série que nos transporta para o século XVIII tem outros motivos de interesse.  

No segundo episódio da série, que conta a história da protagonista Paula - uma rapariga órfã que foi freira do convento de Odivelas - pudemos assistir a uma cena íntima entre os actores Romeu Costa e Filipe Vargas.

“Se Deus fez Adão e Eva com igual empenho e dedicação, eu não vejo razão absolutamente nenhuma para termos de escolher entre um homem e uma mulher, afinal são ambos criações divinas”, diz o Bispo e confessor do Rei D. João V para o nobre Supico de Morais enquanto o contempla na cama.

Depois de uma troca de palavras e do envolvimento sexual entre ambos diz o nobre: “Deus foi muito generoso com o frade quando o fez a si”.

Na série Supico de Morais é visconde e homossexual reprimido, odeia mulheres e pensa nelas de forma retorcida, sempre com o objectivo de as maltratar. Como pretende ascender a conde conspira para destituir João V. Supico dorme com Martinho de Barros, o confessor do Rei, para o impedir de desmascarar os conspiradores. Na série o bispo Martinho de Barros é bissexual e tem por Supico uma paixão cega. Com o tempo esta paixão revelar-se-á bastante tóxica.

Assiste ao vídeo deste momento na televisão portuguesa aqui:  

 

Vê todos os episódios da série aqui: https://www.rtp.pt/programa/tv/p34494

 

Publicidade:

 

1 comentário

Comentar