Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Inquérito à morte de militar na Base Aérea de Beja foi arquivado

Arquivamento Bullying Homofóbico.jpg

A 5 de Março de 2015 um jovem de 23 anos foi encontrado morto numa camarata da Base Aérea de Beja. Esta quinta-feira, a Procuradoria-Geral da República (PGR) informou que o Ministério Público decidiu arquivar o inquérito que investigava este caso. Recorde-se que o militar sofreria de bullying homofóbico, o que terá alegadamente provocado o seu suicídio. 

O inquérito agora arquivado foi efectuado nos termos dos serviços do Ministério Público da Comarca de Beja, com a intervenção da Polícia Judiciária Militar.

Na ocasião da sua morte, a comunicação social dava conta que o jovem teria sido vítima de bullying, por ser homossexual, e alvo de gozo no seio militar, razões que o levaram, alegadamente, a suicidar-se por ter atingido o seu limite nessa noite, durante uma festa do clube de praças, quando a pressão psicológica terá sido levada “ao extremo”.

O militar estava colocado na Base Aérea n.º 6, no Montijo, mas foi destacado para a Base Aérea n.º 11, em Beja, para reforçar o efectivo daquela unidade da Força Aérea Portuguesa (FAP), devido à realização de um exercício militar denominado Real Thaw informa a Agência Lusa. O jovem, natural do Barreiro, encontrava-se ao serviço da FAP desde Dezembro de 2012.

 

 

Se és alvo de bullying homofóbico ou transfóbico contacta as autoridades policiais ou recorre ao apoio das seguintes organizações de apoio às pessoas LGBTI:

AMPLOS - Associação de Mães e Pais pela Liberdade de Orientação Sexual e identidade de Género

Casa Qui - Associação de solidariedade social pela inclusão e bem-estar da população LGBT

Centro Gis - Associação Plano i 966 090 117 (24h), gis@associacaoplanoi.org

ILGA Portugal - Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero

Linha LGBT - Linha Telefónica de Apoio e Informação LGBT

rede ex aequo -  Associação de jovens LGBTI e apoiantes: geral@rea.pt

SOS Voz Amiga - um serviço de ajuda pontual em situações agudas de sofrimento causadas pela Solidão, Ansiedade, Depressão e Risco de Suicídio: 21 354 45 45, 91 280 26 69, 96 352 46 60.

 

Publicidade: