Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Isilda Pegado pode voltar ao Parlamento

Isilda Pegado.jpeg

Uma das principais vozes que se tem batido pela revogação da lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo em Portugal poderá voltar ao Parlamento. Isilda Pegado pode vir integrar a lista final de candidatos a deputados da coligação do PSD/CDS-PP.

Embora as listas definitivas da coligação Portugal à Frente só sejam decididas na próxima quinta-feira, o nome da ex-deputada consta da lista provisória entregue ontem na distrital de Lisboa do PSD, avança o jornal Observador. Recorde-se que Isilda Pegado já foi deputada entre 2002 e 2005 a convite Durão Barroso.

Nos últimos anos Isilda Pegado, enquanto advogada e Presidente da Federação Portuguesa pela Vida, ganhou notoriedade por combater legalização da interrupção voluntária da gravidez e a lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo através da participação em programas televisivos ou da criação de petições. Em 2012, Pegado lançou a petição “Defender o Futuro” para que fossem revistas as chamadas "leis fracturantes" aprovadas pelo governo de José Sócrates. Em causa estavam seis diplomas: lei da reprodução artificial assistida, interrupção voluntária da gravidez, divórcio, educação sexual, casamento entre pessoas do mesmo sexo e mudança de nome e sexo. 

Recorde-se que na passada quarta-feira a Assembleia da República viu serem aprovadas, com os votos do CDS-PP e do PSD, alterações à lei da interrupção voluntária da gravidez. As alterações aprovadas passam, entre outros aspectos, pela criação de taxas moderadoras obrigatórias e pela obrigatoriedade de uma consulta de aconselhamento psicológico prévia à decisão da mulher. A votação desta iniciativa legislativa só foi possível na sequência da apresentação da petição "Defender o Futuro" no Parlamento.

Esta quinta-feira de madrugada ficou-se a saber que a lista final pelo círculo de Lisboa não inclui o nome de Isilda Pegado.

 

Notícia actualizada a 27 de Julho e a 31 de Julho, respectivamente, com os últimos dois parágrafos. 

4 comentários

Comentar