Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Katy Perry surpreende vítima dos atentados de Orlando (com vídeos)

tony marrero katy perry ellen degeneres.jpg

Na semana passada, Ellen Degeneres voltou a relembrar o massacre de Orlando no seu programa televisivo, desta vez com um convidado especial, Tony Marrero, um dos sobreviventes. Marrero foi atingido nas costas com quatro tiros na madrugada de 12 Junho deste ano. Milagrosamente nenhum dos tiros atingiram órgãos vitais.

Em conversa com Ellen Degeneres, Marrero revelou que a música de Katy Perry, "Rise", foi central e essencial para a sua recuperação por ter uma letra que motiva à preservarança com passagens como: "Não vou apenas sobreviver/Vão-me ver triunfar."

À semelhança de outros episódios no The Ellen Show, Tony Marrero tinha uma surpresa à sua espera. Após Ellen lhe perguntar se tinha tido oportunidade de conhecer Katy Perry, a apresentadora chamou a conhecida artista ao estúdio.
Entre lágrimas, Marrero aproveitou a oportunidade para agradecer pessoalmente à cantora: "A letra da tua canção ajudou-me desde o primeiro dia em que estive no hospital até agora." Como resposta, Perry aproveitou para referir que a "a vida não é fácil e que por vezes precisamos de pequenos consolos, como as canções." E afirmou ainda: "Estou feliz por ser uma alegria, por ser uma luz, por ter tido a oportunidade de estar para para ti [Tony] à minha maneira".
As surpresas não se ficaram pela presença da artista, Katy Perry ofereceu-se ainda para pagar o primeiro ano de universidade a Marrero.
O massacre a 12 de Junho na discoteca Pulse tirou a vida a 49 jovens e feriu outras 53. Uma das vítimas mortais era o melhor amigo de Tony Marrero, um jovem heteressexual, que teve a iniciativa de convidar os amigos para irem ao clube naquela trágica noite. 

Leonardo Rodrigues