Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Lisboa é uma das cidades mais importantes para o Misterbnb

mister 2.jpg

Jeremy Wolf, community manager do Misterbnb, esteve em Lisboa para divulgar esta plataforma online de alojamento dirigida ao público gay, durante o Lisbon Bear Pride, organizado pelo bar Tr3s. O Misterbnb está presente em 130 países, mas tem em Lisboa um dos seus principais mercados. O responsável apresenta as vantagens para escolher a capital portuguesa como destino de férias.

 

dezanove: Porque vieram a Lisboa apresentar o portal?

Jeremy Wolf: Lisboa tornou-se num destino popular para a comunidade gay e é um destino com bons preços, o que se enquadra no conceito de MisterBnb. O Misterbnb é uma boa opção porque permite arrendar a bons preços um quarto ou uma casa. Damos oportunidade aos donos das casas de terem um rendimento extra e de conhecerem novas pessoas. Podem ir juntos a bares ou à Praia 19. Os donos, como partilham os mesmos valores, podem dar indicações de quais os melhores locais para sair à noite ou jantar. Não é apenas um sítio para dormir ou tomar banho, é a oportunidade para fazer novos amigos.

Já tem muitas parceiras em Lisboa? Pretendem reforçar?

As duas coisas. Queremos aumentar o volume de locais disponíveis. Neste momento Lisboa está já no nosso top 10 de cidades e é preciso ter em conta que estamos em 130 países. É a nossa sétima cidade mais importante. Lisboa é uma cidade barata, por isso, as pessoas conseguem até arrendar casa por um bom preço.

Qual a diferença de preço entre uma noite de Lisboa em comparação com outras capitais?

Aqui é cerca de 55 euros em média por noite, noutras capitais, como é o caso de Londres, é 100 euros. É uma diferença significativa. Em Paris é 65 euros, mas num quarto a partilhar. Em Lisboa por 55 euros consegue-se ter um apartamento.

mister.jpg

Quais os argumentos para os turistas escolherem Lisboa?

O tempo, a comida e por ser uma das melhores capitais gay friendly da Europa. Em comparação com outras cidades, têm bons preços e é acessível.

Qual a cidade mais importante para o Misterbnb?

Não temos uma cidade específica. Temos um grupo de sete cidades em que estamos a trabalhar com mais atenção. Estou a falar das cidades de Londres, Paris, Nova Iorque, Lisboa, Barcelona, Berlim, Amesterdão e Bruxelas. Estas cidades são muito populares, não só por serem onde está a nossa maior oferta, mas porque é onde os turistas querem ir. São cidades com muitos eventos ao longo do ano, e não apenas o Pride.

Mas qual a diferença entre vocês e o AirBnB? É apenas a questão gay?

Somos gay friendly não somos gay only. Uma notícia recente contava que um casal gay tinha arrendado um apartamento via AirBnB e quando chegaram não foram autorizados a ficar no local. O Misterbnb existe porque queremos eliminar qualquer barreira discriminatória para quem viaja. É terrível imaginar que as pessoas, estando longe de casa, podem ser confrontadas com situações de discriminação baseadas na orientação sexual.