Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Médico Gentil Martins sobre homossexualidade: "É uma anomalia, é um desvio de personalidade. Como os sadomasoquistas ou as pessoas que se mutilam"

gentil martins.jpg

Na edição desta semana do semanário Expresso o conhecido médico português volta a tecer considerações sobre as pessoas LGBT. 

Na entrevista o médico-cirurgião, de 87 anos, comenta a propósito da homossexualidade: "Se me perguntam se é correcto? Acho que não. É uma anomalia, é um desvio de personalidade. Como os sadomasoquistas ou as pessoas que se mutilam". 

Na mesma entrevista Gentil Martins fala da recente paternidade de Cristiano Ronaldo e considera "um crime grave" o facto de um homem solteiro ter filhos recorrendo à gestação de substituição:  "É degradante, uma tristeza. O Ronaldo é um excelente atleta, tem imenso mérito, mas é um estupor moral, não pode ser exemplo para ninguém. Toda a criança tem direito a ter mãe. Mais: penso que uma das grandes culpadas disto é a mãe dele. Aquela senhora não lhe deu educação nenhuma", afirmou ao Expresso. Ronaldo voltou a ser pai este mês  dos pequenos gémeos Eva e Mateo. 

Recorde-se que, em 2013, Gentil Martins foi um dos primeiros signatários da petição "Defender o Futuro".  Ao longo dos anos o médico tem vindo a mostrar uma posição crítica face às pessoas LGBT. Em 2009 declarava: "Se a homossexualidade evoluir acaba a humanidade". Na altura mandatário da Plataforma Cidadania e Casamento, Gentil Martins considerou a homossexualidade uma doença, contrariando a Associação Americana de Psiquiatria, dizendo que esta só mudou de posição por pressão do lobby gay. Há oito anos aquando da discussão da legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo declarou ainda: "Temos de decidir o que é normal em Portugal, mas, na minha opinião, a pedofilia e a homossexualidade são perturbações psicológicas".

Gentil Martins é internacionalmente considerado um notável médico-cirurgião tendo liderado várias operações de separação de gémeos siameses. Foi bastonário da Ordem dos Médicos em Portugal entre 1977 e 1986.

 

Publicidade:

 

 

9 comentários

Comentar