Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

NOS elimina post após críticas de homofobia

chama me pelo teu nome.jpg

 “Chama-me pelo teu nome”, que destacámos neste top de 10 filmes, avizinha-se como uma das grandes estreias no circuito comercial que respeita a filmes de temática LGBTI este ano. O novo filme de Luca Guadagnino, é uma história sobre o primeiro amor, baseado no aclamado romance do escritor italiano de origem egípcia André Aciman. Mas antes da estreia marcada para esta quinta-feira, dia 18, a polémica instalou-se nas redes sociais.

Os Cinemas NOS foram alvo de duras críticas por terem colocado no Facebook uma imagem do filme pouco representativa do enredo. O enredo versa sobre a história de amor entre dois rapazes: Elio e Oliver. No post de Facebook publicado esta terça-feira pela empresa de cinemas é possível ver Élio com Marzia, uma rapariga com quem Elio mantém uma relação apenas para manter as aparências. No post em causa era ainda possível ler a menção: “Histórias sobre amor”.

Entre as reacções no Facebook era possível ler comentários como “VERGONHOSO!! Cresçam, mazé! Estamos em 2017! (sic) O Público não engole gato por lebre. Valente tiro no pé! Só vão conseguir alienar o potencial público deste filme.” ou “Vergonhoso! Efectivamente é uma história de amor igual a tantas outras, mas parece-me que estão a tentar camuflar o facto de ser uma história de amor… entre dois homens. Vergonhosa a vossa atitude e em tudo enganosa”.

Poucas horas depois da publicação e já com dezenas de comentários negativos em vários perfis que replicaram a foto, o post em causa foi apagado pelos Cinemas NOS sem qualquer explicação.

 

Assiste ao trailer do filme aqui: 

 

Esta quarta-feira a Cinema NOS enviou uma mensagem para os fãs da página que se sentiram defraudados com a publicação da empresa a respeito do filme em causa. Reproduzimos a mensagem abaixo:

26734074_1699982566690665_7071781686436925241_n.jpg

 

 Notícia actualizada às 22h00 de 17 de Janeiro com o último parágrafo e imagem.