Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

O que vais poder ver no próximo Queer Lisboa

praia_do_futuro_-_futuro_beach.jpg

O décimo nono ano do Queer Lisboa, o mais antigo festival de cinema contínuo de Portugal, vai decorrer entre 18 e 26 de Setembro.

Este ano o Queer Lisboa 19 apresenta 76 filmes oriundos de 34s países onde predomina uma representação europeia: há oito filmes portugueses e doze alemães e franceses. Muitos filmes graças aos apoios do programa “Creative Europe Media” da União Europeia.

Os festivais têm sido apresentados por temas, tal como aconteceu o ano passado com o tributo a John Waters. Este ano é diferente. Segundo João Ferreira, director artístico do festival, esta edição não será influenciada apenas por um só tema, mas sim por um elo entre as várias narrativas e estéticas dentro do género queer, tais como o VIH/sida, “Black Stone” de Gyeond –Tae Roh (Coreia do Sul), religião, “Alex & Ali” de Malachi Leopold (Turquia, EUA), xenofobia, “Oriented” de Jake Witzenfeld (Reino Unido, Israel), a crise, “7 Kinds of Wrath” de Christos Voupours (Grécia) e família “Call Me Marianna” de Karolina Bielawska (Polónia), que estará presente no festival. O objectivo é através destes temas criar uma comunidade maior.

A abertura mostra o filme brasileiro “Praia do Futuro” de Karim Aïnouz. A longa-metragem aborda uma história de amor entre dois homens e que leva ao abandono de uma família e a uma vida inteira em busca do amor.

Além das tradicionais longas-metragens, documentários, curtas metragens continuam ao longo dos nove dias do festival as secções Queer Art, In My Shorts, Queer Focus, Queer Pop e Hard Nights. Destaque, nesta última secção, para o filme porno lésbico “Want Some Oranges”.

O Queer Lisboa dezanove termina a 26 de Setembro com o filme “Eisenstein in Guanajuato” de Peter Greenaway sobre o cineasta soviético Sergei Eisenstein que viaja até ao México para rodar um novo filme.

O Queer Lisboa promete não desapontar tendo um pouco de tudo dentro do género queer para alcançar a diversas identidades. Resta ver e apreciar.

O dezanove.pt é parceiro do Queer Lisboa dezanove e vais poder acompanhar tudo aqui e no nosso Facebook.

 

Ricardo Duarte 

Paulo Monteiro