Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Observatório Espanhol Contra a LGBTfobia faz denúncia contra Daniel Carriço

Carriço.jpg

Na final da Taça do Rei, que opôs o Futebol Club Barcelona ao Sevilha Futebol Club e que decorreu no passado domingo, 22 de Maio, o português Daniel Carriço terá alegadamente insultado o árbitro Carlos del Cerro, chamado-o de "maricas". O Observatório Espanhol Contra a LGBTfobia apresentou uma denúncia contra o jogador esta segunda-feira, 23 de Maio.

Já no final da partida entre o Barcelona e o Sevilha o médio português foi expulso alegadamente por insultos ao árbitro. Nesses insultos terá chamado de "maricas" a del Cerro. O Observatório Espanhol Contra a LGBTfobia apresentou uma queixa contra Carriço por alegados comentários homofóbicos à Comissão anti-Violência estatal contra a Violência, Racismo, Xenofobia e Intolerância no desporto.
Em comunicado o presidente do Observatório, Paco Ramírez, afirma que "este acto verdadeiramente vergonhoso e condenável é punível nos termos da Lei do Desporto (Lei 19/2007), e como já temos vindo a dizer há algum tempo, estas situações ocorrem diariamente em todos os estádios espanhóis sem que as autoridades desportivas e equipas de futebol façam nada para erradicar este flagelo da homofobia no futebol em Espanha ". A queixa não foi apenas feita contra o jogador, mas também contra o clube de Sevilha.
O Barça saiu vitorioso do encontro, vencendo o Sevilha por 2 a 0, ganhando assim a sua 28.ª Taça do Rei.

De recordar ainda que em 2014 Daniel Carriço e Ivan Rakitić protagonizaram na final da Liga Europa um dos beijos mais comentados na internet nesse ano.

2 comentários

Comentar