Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

“Paneleiro, travesti, sidoso.” Continuam as agressões homofóbicas em Madrid

 

madrid.jpg

Um homem gay de 34 anos foi agredido em plena luz aos pontapés e murros em Madrid, no bairro de Vallecas. A agressão ocorreu esta quarta-feira, 27 de Abril, às 11 da manhã.

 

Segundo relata o Observatorio Madrileño contra la LGTBfobia, o agressor chamou “paneleiro, travesti, sidoso, comepollas” à vítima, depois de ter aplicado um golpe pelas costas que o atirou para o chão. Foi aí que começaram os murros e os pontapés. O agressor fugiu. A vítima, depois de socorrida, ficou de baixa, impedida de ir trabalhar.

O Observatorio Madrileño contra la LGTBfobia já contabilizou 62 ataques este ano a pessoas LGBT, seis dos quais na última semana. O colectivo decidiu convocar para este Sábado, 30 de Abril às 18 horas, uma manifestação na Puerta del Sol, em pleno centro da capital espanhola, para exigir um maior envolvimento das autoridades na luta contra os ataques homofóbicos. “As instituições têm de se envolver a fundo na luta contra a LGBTfobia, nomeadamente a Câmara Municipal de Madrid, porque agora que o colectivo LGBT começa a ser visível, se não se dão os passos para fortalecermo-nos, o colectivo vai voltar para o armário, com a consequente vulnerabilidade da nossa dignidade e da igualdade da sociedade madrilena”, defendeu Yago Blando, coordenador da associação LGBT Acropoli.  

 

5 comentários

Comentar