Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Quais as consequências do sexo anal?

Sexo anal gay.jpg

Domingo é dia de consultório no dezanove. 

 

Questão:

Ao ler o último post do Enf. Carlos Martins (http://dezanove.pt/e-seguro-ter-relacoes-sexuais-quando-se-859805#cutid1), suscitou-me uma questão para a qual tenho dúvidas já há muito tempo, e que se prende com as consequências, a longo prazo, do sexo anal, nomeadamente ao nível da perda de controlo do esfíncter anal.

Caso não seja oportuna a resposta a esta questão agora, então pedia-lhe que, noutra ocasião não a deixasse de abordar.

Obrigado pelo bom trabalho de informação que faz em prol de uma sexualidade mais esclarecida, logo, mais vivida e mais livre!

Melhores cumprimentos,

Leitor identificado

 

Enfermeiro Carlos Gustavo Martins.jpg

Resposta:

Olá leitor,

 

E se lhe responder que sim e não? Mais uma vez estranho, não é? No entanto ambas as respostas são válidas. Mas antes de tudo, permita-me dizer-lhe algo que tenho referido com bastante frequência... os limites de cada um são apenas do conhecimento do próprio. Assim, algo que o meu corpo não me permite, o seu se calhar permite e é fonte de prazer... é por isso mesmo que a resposta pode ser sim ou... não. 

Sendo um músculo, tal como todos os músculos, tem  capacidade de se adaptar e como tal, até poderia sugerir que o uso só o iria fortalecer... um pouco como ir ao ginásio. O uso, desde que não ultrapassados os limites deste, fortalece levando a que, se por um lado, lhe permite controlar melhor o seu uso, por outro, o habitua mais ao relaxamento, levando a que certas práticas possam ser mais fáceis.

E sim... tal como tinha referido, como músculo que é, tem os seus limites. Estes limites dependem de cada um de nós, são diferentes de pessoa para pessoa, mas ultrapassados podem trazer consequências... piores ou nem por isso. 

Conheça-se... teste os seus limites e veja o que consegue fazer consigo tirando prazer. E depois veja como reage o seu corpo. Como se sente. O que sente de diferente depois de ter testado esses mesmos limites.

Repare no seu corpo e naquilo que ele lhe diz. Se notar que algo de estranho, diferente, desconfortável, consulte o seu médico ou enfermeiro de família. Certamente o vão ajudar, encaminhar e encontrar uma solução para o que quer que possa ter acontecido.

Entretanto, se quiser, dê uma vista de olhos a outro meu artigo (escrito há algum tempo: http://dezanove.pt/o-sexo-anal-frequente-pode-provocar-707753).

 

Se tiver dúvidas, estou por aqui,

Enfermeiro Carlos Gustavo Martins

Licenciado em Enfermagem exerce funções no Serviço de Urgência de um Hospital Central. É enfermeiro de viatura médica de emergência e reanimação e do helicóptero de emergência de Lisboa. Colabora com o dezanove.pt desde Março de 2011.

 

Durante algumas semanas estamos disponíveis para receber as tuas questões e dúvidas. A tua identidade será, se assim preferires, salvaguardada. Sempre que existirem, as perguntas seleccionadas serão respondidas no espaço de crónica do nosso Enfermeiro aos Domingos aqui no dezanove.pt.

Envia a tua pergunta, dúvida ou tema para dezanovept@gmail.com

Queremos ajudar a esclarecer sobre questões de saúde. Ajuda-nos também a ajudar!