Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Sexualidade e questões LGBT vão à Festa do Avante

O Espaço Ciência da Festa do Avante terá este ano como tema "Sexualidade: mecanismos e identidades. A vida continua!" Como explica Augusto Flor, "tendo em conta que nalgumas áreas da sociedade a sexualidade continua a ser tabu, a ideia de trazer o tema à Festa tem a ver com a vontade de desmistificar uma série de preconceitos que subsistem", referiu o responsável em declarações ao jornal Avante.

"Temos de perceber como é que o conjunto de mudanças políticas, económicas, sociais e culturais que se deram durante estes 40 anos influenciaram e até determinaram a forma como a sociedade portuguesa hoje vê as questões da sexualidade", reforça Augusto Flor. A Festa do Avante, organizada pelo PCP, decorre entre 5 e 7 de Setembro, na Amora (Seixal).
O Espaço Ciência conta com seis módulos, um dos quais será dedicado às "Revoluções Sexuais", onde será abordada a história do movimento gay, transexual e, com maior destaque, do movimento feminista. Outro dos módulos irá analisar a sexualidade à luz das ciências sociais, com destaque para questões como os interditos sexuais, o erotismo, a pornografia ou as relações com a estética e a política. "A sexologia: direitos e deveres sociais" também irá merecer um módulo autónomo.
"Sexualidade na comunicação social e na publicidade", "A identidade, os direitos e liberdades" e "A educação sexual na família e no sistema de ensino" serão ainda temas para debates no auditório do Espaço Ciência. Em todos os módulos temáticos haverá referências literárias a escritores, sobretudo portugueses, que abordaram a questão da sexualidade. Entre eles estão Camões, Bocage, Eugénio de Andrade, Maria Teresa Horta, Florbela Espanca, António Botto, Ary dos Santos, Jorge de Sena e Carlos Drummond de Andrade. Haverá ainda obras de Graça Morais, Martins Correia, Júlio Pomar e João Cutileiro.