Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Conchita Wurst regressa a Lisboa desta vez para falar de Direitos Humanos (actualizada)

Crédito da foto: Luís Costa

E não vem sozinha: Jorge Sampaio, Christian Felber (activista político), Delphine K. Djiraibe (advogada e co-fundadora da Associação do Chade para a Promoção e Defesa dos Direitos Humanos), Kerry Kennedy (escritora, presidente da Robert F. Kennedy Human Rights e membro dos CA do U.S. Institute of Peace e da Human Rights First), Francisco Ferreira (presidente da ZERO) e Susana Gaspar (presidente da Amnistia Internacional) são alguns dos oradores pelos Direitos Humanos numa conferência que vai decorrer ao longo de dois dias na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

Lésbicas e gays africanos vão contar com associação própria

Aramis Évora Gays África LGBT.jpg

Ainda está em fase de constituição, mas o dezanove.pt já pode avançar com a notícia: vai nascer uma associação de apoio e defesa dos direitos de gays, lésbicas, bissexuais e transgéneros africanos que residam em Portugal, mas que também vai tentar melhorar a situação dos LGBT em África.

Entrevistamos Aramis Évora, um dos impulsionadores desta iniciativa e que no seu currículo conta com a participação no Mindelo Pride, em Cabo Verde. 

 

 

Joaquim Chissano envia carta a líderes africanos e pede respeito para gays e lésbicas

Joaquim Chissano, o antigo Presidente da República de Moçambique, escreveu uma carta aberta aos líderes africanos em que fala de um momento decisivo para o continente africano e também para o mundo.

Como é ser LGBT no Quénia? O Tiago Dias está lá, entrevistou um activista gay e conta-te tudo

Depois dos jantares em casa e da tipirraca no Santo António de Lisboa que ajudaram o Tiago Dias a cumprir o sonho de ir para o Quénia e prestar apoio na área da Saúde, Educação, Enfermagem, HIV e outras temáticas, o jovem relata-nos a sua experiência em África na primeira pessoa:

 

Quase a finalizar a minha quarta semana de voluntariado em Nairobi no Quénia consegui, por fim, uma resposta positiva para uma entrevista com a maior e mais reconhecida associação LGBT queniana. Quis conhecer as dificuldades reais e diárias que as minorias enfrentam em alguns países mais fechados à diferença, e esta entrevista possibilitou-me uma experiência única num mundo desconhecido à população queniana e desvendar a realidade por detrás da legalidade e aproximar-me do ciclo restrito da vida gay em Nairobi.

Eurodeputada britânica defende os direitos das lésbicas em África

Marina Yannakoudakis, eurodeputada britânica e porta-voz dos direitos das mulheres no Parlamento Europeu, defendeu os direitos das lésbicas em África depois de conhecer uma mulher do Uganda que foi violada, torturada e obrigada a dar à luz na prisão.

 

Ellen DeGeneres criticada por lutar contra VIH em África

O grupo de cariz cristão Concerned Woman for America (Mulheres Preocupadas pela América), demonstraram o seu descontentamento por o governo de Barack Obama ter escolhido Ellen DeGeneres como embaixadora pela consciencialização do VIH em África.

Direitos dos homossexuais chegam ao Parlamento da Nigéria

A médica lésbica Otibho Obiowu deu a cara no Parlamento da Nigéria esta segunda-feira para pedir que os deputados não aprovem um projecto-lei que visa criminalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. A proposta pede uma pena de prisão de três anos para qualquer pessoa envolvida em casamentos com pessoas do mesmo sexo, mesmo não tendo qualquer valor legal, e de cinco anos para quem facilite ou auxilie a celebração destas uniões.