Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Cavaco Silva, o Presidente da República que vetou duas grandes conquistas dos direitos LGBT e que era contra a palavra “casamento”

cavaco_silva_large1.jpg

Os diplomas que permitiram o acesso de casais de pessoas do mesmo sexo ao casamento e à adopção, a par da Lei de Identidade de Género, foram alvo de críticas de Cavaco Silva. Em fim de mandato na Presidência da República, recordamos cinco momentos ligados a direitos LGBT e a frase que quebrou, irremediavelmente, os laços de confiança com a população. 

 

 

Fim de uma saga. Cavaco Silva já promulgou diploma da adopção mas não publicou no site da Presidência

cavaco.jpeg

O governo já recebeu a nota de promulgação da Presidência da República relativa ao diploma do acesso à adopção por casais de pessoas do mesmo sexo, avançou o DN. No entanto, ao contrário do que é comum nestas matérias, o site do Palácio de Belém não faz qualquer referência a este assunto.

 

 

Parlamento contraria veto de Cavaco à adopção e à IVG

Adopção Gay Parentalidade Casais Mesmo SExo.jpg

Tal como esperado, a maioria de Esquerda no Parlamento voltou hoje a votar favoravelmente, e sem quaisquer alterações, o diploma que permite a possibilidade de adopção de crianças aos casais do mesmo sexo e o diploma que revoga as alterações à lei da interrupção voluntária da gravidez.

Sousa Tavares sobre a adopção: “Houve alguns artigos de feministas, debate inflamado mas debate público com contraditório não houve” (com vídeo)

 

MST.jpg

Miguel Sousa Tavares aproveitou o espaço de comentário semanal na SIC para defender que a questão da adopção por parte de casais de pessoas do mesmo sexo devia ir a referendo.

Marcelo Rebelo de Sousa garantiu que promulgaria lei da adopção

marcelo.jpg

Marcelo Rebelo de Sousa admitiu durante a campanha eleitoral que, se fosse Presidente da República, promulgaria a lei da adopção de crianças por casais do mesmo sexo, agora vetada por Cavaco Silva.

Maioria confiante na aprovação da PMA

inquérito pma adopção gay ivg.jpg

adopção plena por casais homossexuais foi aprovada e as alterações à lei da interrupção voluntária da gravidez feitas pelo anterior governo PSD/CDS foram revogadas pela nova maioria de esquerda, mas continua a dúvida sobre a procriação medicamente assistida em Portugal, uma vez que a discussão final foi adiada pela Assembleia da República.

 

 

Adopção de crianças aprovada. Pedro Passos Coelho votou contra. Paulo Portas ausente

Adopção Gay Portugal dezanove.jpg

Adopção aprovada pela maioria de Esquerda. É o culminar das votações sobre a matéria da adopção de crianças por casais do mesmo sexo. Depois de reunidos os projectos de lei dos diferentes partidos aprovados a 20 de Novembro, esta sexta-feira a Assembleia da República aprovou a adopção por casais do mesmo sexo.  O líder social democrata votou contra. Paulo Portas ausente da votação.

 

Portugal: Adopção de crianças por casais do mesmo sexo aprovada (com vídeos)

adopção gay Portugal.jpg

Foi um dia de emoções fortes no Parlamento. Depois de quatro vezes chumbada, os projectos de lei sobre a adopção de crianças por casais do mesmo sexo foram aprovados esta sexta-feira com os votos dos partidos de Esquerda, do PAN e ainda com os votos de 19 deputados do PSD, que usufruíram de liberdade de voto, conforme tinha anunciado no dia anterior Teresa Leal Coelho do mesmo partido. Entre os 19 deputados à Direita que votaram favoravelmente este projecto de lei encontram-se Teresa Leal Coelho, Paula Teixeira da Cruz e Berta Cabral. Vários deputados aplaudiram de pé os resultados da votação.

Bater pratos, gays burgueses, MUITOS CAPS. Adopção por casais homossexuais no delirante mundo dos comentários online

 

ar.jpg

Com a discussão na Assembleia da República dos projectos-lei que permitirão a adopção por casais homossexuais, com votação agendada para amanhã, sexta-feira, os meios portugueses já avançaram com notícias e a internet respondeu à altura. Uma pequena expedição pelas páginas de meios tão sérios e sisudos como o Diário de Notícias, o Diário Económico e o Expresso mostram que a melhor forma de atrair cavernícolas ao mundo exterior é acenarem-lhes uma caixa de comentários de um jornal de referência e darem-lhes rédea larga.

 

Nova direcção da ILGA Portugal vai dar prioridade à adopção e à PMA

ILGA.jpg

Isabel Advirta, a primeira mulher eleita presidente da ILGA Portugal, estabeleceu já a prioridade para o seu mandato: “As questões da parentalidade.” “Iremos reforçar o trabalho político que temos vindo a fazer de luta contra a discriminação das pessoas LGBT, nomeadamente no que diz respeito ao reconhecimento legal das nossas famílias e ao fim de exclusões que são também violações de Direitos Humanos e do princípio constitucional da igualdade", refere.