Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Festas com objectivo de propagar propositadamente o VIH (com vídeo)

Festas do Carimbo VIH SIDA Brasil AIDS.jpg

Se na altura em que a falta de informação pode ter levado a uma maior propagação do VIH, hoje em dia as campanhas de prevenção sobre o VIH são em maior número e a propagação do vírus deveria ser inversamente proporcional. Não é o caso como mostra uma nova moda no Brasil.

Alejandro Alvarez, a nova revelação portuguesa da pornografia gay

Alejandro Alvarez gay porn.jpg

Tal como é hábito na indústria porno, este actor não usa o seu verdadeiro nome. Alejandro Alvarez é apenas um pseudónimo do português, oriundo da ilha da Madeira, que está a dar cartas na pornografia gay internacional. E claro, a escolha do nome artístico tem a ver com a icónica música de Lady Gaga.

 

 

“Toda a gente gosta de pilas grandes”, diz Fostter Riviera

Fostter Riviera, o mais famoso actor português de pornografia gay, esteve há um mês em Portugal e algumas das frases da sua entrevista fizeram bastante eco na internet: “Ser puta não vinga nesta profissão”, "os Portugueses gostam de fazer sexo de meias brancas", “as pessoas devem fazer o teste, porque tudo é bareback” e "a responsabilidade está no evitar da transmissão de um vírus".

 

Na segunda parte da entrevista concedida em exclusivo ao dezanove.pt quisemos saber mais sobre este emigrante de sucesso:

Fostter Riviera: "Os Portugueses gostam de fazer sexo de meias brancas"

O mais internacional actor de pornografia gay português concedeu uma entrevista exclusiva ao dezanove.pt aquando da sua última visita a Portugal. Fica a par do que pensa este jovem de 24 anos profissional da indústria cinematográfica do sexo e em que algumas das palavras de catalogação dos seus filmes seriam kinky, nasty, pig fucker.

 

Encontros sexuais num cenário mágico e trágico (com vídeo)

O cineasta francês, Alain Guiraudie, não surpreende trazendo um filme com temática polémica, a mesma que trouxe quando fez “O Rei da Evasão” (2010), a homossexualidade. Mas desta vez “O Desconhecido do Lago” conseguiu convencer o júri do Festival de Cannes, arrecadando o troféu de Melhor Realizador na secção ‘Un Certain Regard’ e ainda o Queer Palm, no mesmo festival.