Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Lisboa poderá ter um Memorial de homenagem às vítimas LGBT durante o fascismo

memorial gay.jpg

António Serzedelo, presidente da Opus Gay e vereador suplente da Câmara Municipal de Lisboa, propôs na última semana ao Gabinete de Assuntos Sociais a edificação de um Memorial no Jardim do Príncipe Real dedicado a todas as pessoas LGBT que foram vítimas dos processos fascistas, vilipendiados, perseguidos e presos. 

Bandeira do arco-íris hasteada na Câmara Municipal de Lisboa

foto.jpg

Pela primeira vez uma bandeira do arco-íris foi hasteada numa câmara municipal ou numa instituição pública portuguesa. Coincidindo com o primeiro Dia Nacional contra a Homofobia e Transfobia, a Câmara Municipal de Lisboa ostenta este dia 17 de Maio a bandeira da causa LGBT.

 

 

 

Consultas de infecções sexualmente transmissíveis voltam ao CheckpointLx

HSH CheckpointLx Lisboa GAT.jpg

Foi anunciado esta terça-feira o retomar das consultas de infecções sexualmente transmissíveis Checklist, integradas no projecto CheckpointLX, da associação GAT (Grupo de Activistas em Tratamentos).

 

António Serzedelo: "Os casais heterossexuais podem entrar nos lares. Os casais LGBT não: são separados!"

 António Serzedelo.jpg

Envelhecer Fora do Armário é o mais recente projecto da Opus Gay. A associação quer que os idosos LGBT vivam a sua sexualidade plenamente e sem medos. O dirigente histórico da Opus Gay, António Serzedelo, explica que com o passar da idade há pessoas que regressam ao armário por temer não serem aceites nos lares. O projecto é coordenado por António Guarita também da Opus Gay.

Envelhecer Fora do Armário arrancou em Junho e tem o apoio da Câmara Municipal de Lisboa.  Sabe mais nesta entrevista conjunta concedida pelos dirigentes da Opus Gay ao dezanove.pt.

 

Como foi o primeiro Arraial Pride

foto 2.jpg

28 de Junho de 1997. Ao final da tarde começou a chover torrencialmente em Lisboa e temeu-se que o primeiro Arraial Pride de Lisboa pudesse redundar num fiasco. Era a primeira vez que se realizava uma festa do Orgulho LGBT ao ar livre e a expectativa era muita. A chuva acabou por passar e a noite não podia ter corrido melhor.

Não há preservativos em vários bares gay de Lisboa

condones.jpeg

Vários espaços nocturnos de Lisboa dirigidos ao público gay, incluindo aqueles que têm quarto escuro que permite a prática de sexo, deixaram de disponibilizar preservativos aos seus clientes. Os preservativos eram entregues pela ILGA, que suspendeu temporariamente a distribuição por “falta de espaço” na nova sede para armazenar o material fornecido pela Direcção-Geral de Saúde.

Prémios Arco-Íris a 10 de Janeiro

arco iris.jpg

Instituto de Apoio à Criança e UNICEF, a peça de teatro “Gisberta”, a Câmara Municipal de Lisboa, Daniela Mercury, Conselho Português para os Refugiados e o banqueiro António Simões vão ser distinguidos nos Prémios Arco-Íris a 10 de Janeiro, no Teatro do Bairro (Lisboa), a partir das 21h30.

A realidade das famílias com pais gays e mães lésbicas nas ruas de Lisboa

As imagens do quotidiano de oito famílias com pais gays e mães lésbicas vão ocupar até 14 de Janeiro os mupis da Câmara Municipal de Lisboa e os ecrãs da Associação de Turismo de Lisboa. 

 

 

Opus Gay quer traçar o perfil das vítimas homossexuais e perceber o constrangimento de se assumirem às autoridades

Foi lançado a 6 de Dezembro um novo projecto de combate à violência doméstica LGBT no concelho de Lisboa. O dezanove.pt entrevistou António Guarita, o coordenador desta iniciativa, que apoia a comunidade LGBT vítima de violência doméstica. O projecto é desenvolvido pela associação Opus Gay, em colaboração com a Câmara Municipal de Lisboa, e pretende prevenir, trabalhar e denunciar esta forma de violência prestando apoio ao nível psicossocial, jurídico e sociológico.

 

 

After hours do Cais do Sodré só depois do meio-dia

A partir de segunda-feira, os after hours do Cais do Sodré só podem abrir portas a partir do meio-dia. A informação foi publicada no Boletim Municipal de Lisboa. Até agora, alguns espaços nocturnos da zona reabriam às 6 da manhã como after hours. Segundo a autarquia, a medida foi tomada "na sequência de várias queixas e reclamações".

Como Lisboa podia melhorar a informação para os turistas LGBT

Jan Le Bris de Kerne, que já foi jornalista do canal gay Pink TV, é também autor do blogue Lisbonne Gay, que funciona como guia para turistas francófonos que escolhem Lisboa para passar as férias. Um pretexto para conversar sobre a oferta turística da capital e o que podia ser melhorado. "Lisboa tem ouro entre as mãos", considera o jornalista que escolheu Lisboa para viver.

 

António Costa vai ao Arraial Pride 2011

Arraial Pride Lisboa 2010 ao início da tarde

A maior festa LGBT de Portugal comemora hoje em Lisboa o 15º aniversário, num dia em que os termómetros prometem chegar aos 30 graus. Serão 12 horas non stop: das 4 da tarde às 4 da manhã e o palco dos acontecimentos eleito é o Terreiro do Paço. Tudo com entrada gratuita e presença do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa.