Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

“A Direcção-Geral de Saúde nada fez em todo este tempo”

pjimage (20).jpg

 

“O Centro Europeu de Vigilância Epidemiológica (ECDC) alertou as autoridades europeias para o surto de hepatite A em Agosto de 2016. Os primeiros casos 'em excesso' começaram a ser notificados em dezembro de 2016. A Direcção-Geral de Saúde (DGS) nada fez em todo este tempo e não acautelou o stock de vacinas, agora em ruptura”. A denúncia é do médico Bruno Maia, que é também activista do CheckpointLX/GAT, num artigo de opinião publicado no jornal Público.

 

 

 

Hepatite A: Prevalência dos casos entre homens confirmada. Vacina esgotada

Hepatite A.jpg

97 por cento dos casos diagnosticados com Hepatite A são relativos a pessoas do sexo masculino confirma a Direcção-Geral da Saúde (DGS), numa altura que a vacina contra a Hepatite A se encontra praticamente esgotada nas farmácias portuguesas. Esta quarta-feira foi divulgada uma lista de 'factores de risco' para pessoas não imunizadas ao vírus. 

Surto do vírus da Hepatite A em Portugal. Mais de 100 casos só em Lisboa

Hepatite A.jpg

Desde Janeiro foram diagnosticados 105 casos de Hepatite A na região da Grande Lisboa.

O número de casos registados em três meses é muito superior ao habitual. A quase totalidade dos casos ocorreu entre HSH (homens que têm sexo com homens). Nos últimos 40 anos a média era de dois casos por ano.

Quase 30% das pessoas LGBTI já foram discriminadas por profissionais de saúde

inquérito profissionais de saúde (1).png

 

A pergunta colocada pelo dezanove aos seus leitores era directa: “Já alguma vez foste discriminado(a) por profissionais de saúde devido à tua orientação sexual ou identidade de género?”. Os resultados do inquérito são preocupantes.

 

 

Dançar por uma causa - a proposta do CheckpointLX

DJ With a cause.jpg

É já no próximo dia 7 de Dezembro, quarta-feira, véspera de feriado, que acontece a quinta edição de “DJs With a Cause”, a festa anual de angariação de fundos do CheckpointLX. Este ano será o Teatro do Bairro, em Lisboa, a acolher a iniciativa. Actuarão o DJ Almada Guerra, a cantora Rita Redshoes e o actor Nuno Lopes.

Rita Redshoes: “Admiro causas, instituições ou grupos de apoio que lutem pela vida, dignidade e informação”

Rita Redshoes_1.jpg

Rita Redshoes já não é a menina de sapatos vermelhos lançada pela mão de David Fonseca. É agora uma mulher de voz vibrante e segura, que respira e canta a influências que a inspiraram. Em “Her”, nome do seu mais recente álbum, canta referências femininas. Rita concedeu-nos uma entrevista em que aborda o feminino, o apoio às causas LGBT e a PrEP.

 

 

Nasceu o PrEP.pt, o site sobre profilaxia pré-exposição em português

prep.png

Acaba de ficar online o PrEP.pt, o novo site sobre profilaxia pré-exposição (PrEP) em português. Recorde-se que a Agência Europeia do Medicamento aprovou este Verão a PrEP, uma ferramenta que se tem revelado altamente eficaz na prevenção de novas infecções de VIH, nos países onde ela já existe. Em Portugal, a PrEP ainda não foi aprovada. No entanto, existem já muitos homens que fazem sexo com homens a fazer PrEP, comprando um genérico do medicamento de marca (Truvada) através da internet.

 

 

 

Assembleia Municipal de Lisboa aprova moção de apoio ao CheckpointLX

checkpointlx.jpg

Por iniciativa do Bloco de Esquerda, a Assembleia Municipal de Lisboa aprovou esta terça-feira uma moção de apoio e de reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelo CheckpointLX. 

À 17ª edição, foram estas as reivindicações no Orgulho LGBTI de Lisboa (com vídeo)

Marcha_LGBT2016_Panorama Palco.jpg

É uma das marchas reivindicativas portuguesas com mais organizações presentes. Nem todas estas associações e colectivos dirigem o seu trabalho primordial junto de pessoas LGBTI, mas são unânimes na luta contra a discriminação e na defesa da igualdade. A marcha mais colorida da capital do país contou este ano com 21 organizações e ainda um colectivo recente que levou uma das maiores ovações da tarde: Colectivo de Mulheres Negras Lésbicas de Lisboa - Zanele Muholi (artigo em construção).

 

Que temos nós a ver com políticas de drogas?

Adriana e Ricardo3.jpg

Muito interesse tem suscitado o uso de drogas na comunidade LGBT, especialmente em homens que têm sexo com homens (HSH), sobretudo devido à transmissão do VIH, hepatite C e outras infecções sexualmente transmissíveis. Nos EUA e Austrália, o consumo de cristal de metanfetamina associado a um maior risco sexual é um fenómeno descrito há vários anos.

Dia 19 há festa de angariação de fundos a favor do CheckpointLX

CheckpointLX VIH SIDA.jpg

O CheckpointLX - centro de rastreio rápido, anónimo, confidencial e gratuito de VIH, dirigido a homens que têm sexo com homens (HSH), criado pela organização não governamental GAT (Grupo Português de Activistas sobre Tratamentos VIH/SIDA) realiza a quarta edição da festa anual de angariação de fundos, DJs with a Cause, no próximo dia 19 de Dezembro, a partir das 23h30, no Finalmente Club.

 

Consultas de infecções sexualmente transmissíveis voltam ao CheckpointLx

HSH CheckpointLx Lisboa GAT.jpg

Foi anunciado esta terça-feira o retomar das consultas de infecções sexualmente transmissíveis Checklist, integradas no projecto CheckpointLX, da associação GAT (Grupo de Activistas em Tratamentos).

 

Falta de financiamento leva ao fim de consultas de doenças sexualmente transmissíveis no CheckpointLX

checkpoint.jpg

O CheckpointLX, em Lisboa, encerrou o serviço de consulta de doenças sexualmente transmissíveis (IST) depois de o Ministério da Saúde ter deixado de financiar este projecto em Dezembro.

O que reivindicam os activistas que foram à Marcha do Orgulho LGBT de Lisboa? (com vídeos)

reivindicações Marcha Orgulho LGBT Lisboa 2015.j

Este Sábado à tarde, depois de percorrerem Lisboa entre o Príncipe Real e o Terreiro do Paço, os grupos e associações de defesa dos direitos das pessoas LGBT explicaram o que defendem na principal praça da capital. A Marcha do Orgulho LGBT saiu pela 16ª vez à rua e foi na rua que as palavras de ordem se fizeram ouvir e os discursos foram aplaudidos.