Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Conchita Wurst: "Eu amo o que faço e isso faz mudar tudo"

Conchita Wurst Lisboa entrevista.jpg

Muitos consideram-na uma diva, mas ela, por sua vez, aponta a avó como a sua primeira diva, conforme revelou ao dezanove.pt. Avó, cujas raízes assentaram no fim da Segunda Guerra Mundial, em Portugal, mais rigorosamente em Lisboa.

Nesta primeira vinda ao nosso país, Conchita Wurst  foi notícia em vários meios de comunicação portugueses. Mesmo antes de aterrar em Portugal,  viu-se, sem saber, envolvida em polémica. Que importância dá aos comentários homofóbicos que a querem reduzir a uma mera “mulher barbuda”?

A personagem Conchita Wurst, identifica-se como uma drag queen que usa a sua exposição pública para defender o que acredita, num mundo onde o respeito e o amor devem ocupar os lugares cimeiros.

O dezanove.pt planeou fazer, precisamente, 19 questões à vencedora do festival da Eurovisão, mas a conversa fluiu e conseguimos fazer algumas perguntas extra junto daquela que é uma verdadeira inspiração para a legião de fãs que a acompanhou ao vivo no passado Sábado 22 de Agosto, em Lisboa, bem como para todos os outros fãs que a acompanham através da internet, da televisão ou de um sistema de som.

Chegou a hora de leres a entrevista completa a Conchita Wurst:

Conchita: “A minha avó foi a primeira diva que conheci”

Conchita Wurst Portugal Lisboa entrevista dezanove

Conchita Wurst esteve em Portugal este fim-de-semana. Actuou, este Sábado, pela primeira vez, para o público português no espaço Gossip, em Lisboa. Umas horas antes concedeu uma entrevista exclusiva e descontraída ao dezanove.pt.