Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Para estas psicólogas a homossexualidade é uma doença, uma questão cultural e uma prática incontida (com vídeos)

final foto.jpg

O caso das declarações de Maria José Vilaça voltou a chamar a atenção para a posição de psicólogos extremistas católicos em relação à homossexualidade. O dezanove já tinha descrito o apoio da Associação de Psicólogos Católicos à vinda a Portugal do psicoterapeuta norte-americano Richard Cohen, que defende a terapia de conversão para homossexuais.

 

 

 

All Out lança observatório para combater as terapias de conversão

Cura Gay Terapia Conversão.jpg

Imagina que descobrias que alguém da tua família ou amigos estava a ser torturado com choques eléctricos porque amava alguém do mesmo sexo. Já ouviste falar de pessoas ou instituições que consideram que amar alguém do mesmo sexo é uma “doença” ou ser algo que “precisa de uma cura” e que precisa de “medicação”?

 

Queria curar gays, mas agora pede desculpa

 

Uma organização norte-americana que utilizava a fé na terapia da conversão de homossexuais fechou e pediu desculpas publicamente à comunidade LGBT pela “dor e sofrimento” que causou. A organização denominava-se Exodus International e foi fundada há 37 anos. Descrevia-se como conhecedora do “maior e mais antigo ministério cristão de lidar com a fé e com a homossexualidade”, tinha sede em Orlando, na Flórida, e contava com cerca de 260 membros em todo o mundo que se ofereciam para ajudar cristãos em conflito a livrarem-se das suas inclinações homossexuais indesejados através de aconselhamento e oração.

 

Brasil: Comissão dos Direitos Humanos aprova “cura gay”

 

A Comissão de Direitos Humanos do Brasil aprovou o projecto que permite aos psicólogos promover tratamento com o objectivo de “curar a homossexualidade”. O projecto possibilita que psicólogos proponham o tratamento da homossexualidade, contrariando as normas do Conselho Federal de Psicologia que proíbem que a homossexualidade seja considerada uma doença.