Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

62% dos australianos votaram sim ao casamento entre pessoas do mesmo sexo. Mas ainda não se pode comemorar

 casamento gay australia.jpg

Os resultados de uma consulta inédita levada a cabo na Austrália, e cujos resultados acabaram de ser divulgados há instantes (10 da manhã em Camberra; 23 horas em Lisboa) evidenciam que 61,6% dos australianos concordam com o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Associação moçambicana Lambda luta há uma década pela legalização. Está mais perto de o conseguir

moz.jpg

O Conselho Constitucional de Moçambique, instituição equivalente ao português Tribunal Constitucional, declarou inconstitucional uma cláusula na Lei das Associações que tem sido usada como argumento pelo governo moçambicano para impedir o registo da associação LGBT Lambda.

 

 

 

 

A dura realidade das mulheres lésbicas e bissexuais e dos homens trans em Timor-Leste

 

dezanove.jpeg

 

O primeiro estudo sobre as vidas de mulheres lésbicas e bissexuais e sobre homens transexuais em Timor-Leste foi realizado pela organização timorense Rede Feto (Rede Mulher) e pela organização ASEAN SOGIE Caucus, apresenta vários testemunhos de abuso psicológico e físico, incluindo violência doméstica, casamentos forçados e tentativas, por membros da família, de mudar a orientação sexual e identidade de género das pessoas.

 

 



 

Os Direitos das pessoas LGBTI estiveram em debate na Web Summit (com vídeo)

web summit.jpg

Quatro especialistas em Direitos LGBTI estiveram presentes no painel “Emancipação ou assimilação: Os Direitos LGBT no mundo” esta quarta-feira na Web Summit.

A corajosa história de Dalia Al-Faghal, a primeira lésbica assumida do Egipto (com vídeo)

egipto.jpg

Um vídeo de quase três minutos está a circular nas redes sociais do Egipto com uma declaração forte logo na abertura: “Olá ... Eu sou a lésbica mais odiada no Egipto”. A mensagem é da jovem egípcia Dalia Al-Faghal, que em Julho se declarou como lésbica no Facebook, tornando-se assim na primeira cidadã do país a declarar-se publicamente como homossexual. 

Estive no Pride do Uganda. A luta continua

Matt Beard All Out.png

Enquanto esperava pelo táxi no Aeroporto de Entebbe, enchi o peito de orgulho e esperança pela Marcha do Orgulho LGBT 2017 de Uganda. Nos próximos dias, finalmente, as pessoas LGBT iriam reunir-se numa série de eventos para celebrar o espírito de comunidade, diversidade e orgulho. Momentos assim são raros e preciosos no Uganda. As pessoas LGBT têm pouquíssimas oportunidades, quando muito, de sentir a força de uma acção comum. A Marcha do Orgulho é um combustível para activistas que enfrentam todas as adversidades para lutar pelos seus direitos.

 

 

Qual o papel de uma autarquia nas políticas de protecção e apoio às pessoas LGBT?

Foto de Maria Inês Peixoto.jpg

Com objectivo de encontrar as respostas possíveis a esta pergunta, a candidatura do Bloco de Esquerda ao município de Loures propõe organizar um debate com especialistas, activistas e decisores políticos. O encontro está marcado para o próximo Sábado, 8 de Julho, às 17h30m, no Jardim Dr. João Gomes Patacão.