Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Rodrigues dos Santos diz que foi “equívoco” chamar “eleito ou eleita” a Alexandre Quintanilha

fotografia.jpg

A ILGA Portugal anunciou que pretende apresentar uma queixa ao Provedor da RTP e à Entidade Reguladora para a Comunicação Social contra José Rodrigues dos Santos depois de o jornalista ter dito que Alexandre Quintanilha tinha sido “eleito ou eleita”. Recorde-se que o cabeça de lista do PS pelo Porto é casado com o escritor Richard Zimler. O vídeo com imagens do Telejornal desta quarta-feira tornou-se entretanto viral.

Jornal de Negócios permite comentários homofóbicos no seu site

António Simões, CEO no Reino Unido do banco HSBC, foi entrevistado pelo Jornal de Negócios na passada sexta-feira. O banqueiro, que ocupa a primeira posição no ranking do Financial Times dos homossexuais mais influentes no mundo das finanças e dos negócios, conta que é que é mais improvável ter 39 anos e liderar 43 mil pessoas do que ser gay e liderar 43 mil pessoas.

Sites com comentários homofóbicos deviam ser multados

Devia haver multas para os sites de informação que permitem comentários homofóbicos ou transfóbicos? A questão foi lançada pelo dezanove.pt, após os comentários publicados na caixa de comentários do site do Diário de Notícias, sobre o facto de Diogo Infante e Rui Calapez terem sido nomeados Casal do Ano.

 

Comentários homofóbicos e violentos continuam nas caixas de comentários dos jornais

A notícia publicada pelo Diário de Notícias sobre o facto de Diogo Infante e Rui Calapez terem sido nomeados Casal do Ano tem gerado vários comentários homofóbicos e que incitam à violência.

 

“Homossexuais contestatários” de José António Saraiva origina uma queixa na ERC

A crónica "Homossexuais contestatários", de José António Saraiva, originou uma queixa na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), avançou a instituição ao dezanove. O texto de opinião do director do Sol gerou alguma polémica por atribuir a homossexualidade à "revolta" e à "propaganda". A ERC irá agora analisar o caso.