Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Primeiro clube de futebol de lésbicas é um “porto de abrigo”

Quantas personalidades do desporto abertamente gay consegues nomear? Martina Navratilova, Billie Jean King, Gareth Thomas... e poucos mais. Quanto ao futebol da Primeira Liga inglesa a lista é ainda mais curta: apenas Justin Fashanu, que se suicidou em 1990. Vários activistas pelos direitos gay argumentam que isto se deveu às pressões de que Justin era vitima por ser o único futebolista fora do armário.

 

Patinador olímpico, gay e sem problemas

 

Blake Skjellerup, patinador neozelandês que participou nas últimas Olimpíadas de Inverno de Vancouver, admitiu à revista DNA que é homossexual. Em entrevista o atleta explicou que preferiu só agora divulgar publicamente a sua orientação sexual pelo receio em perder patrocinadores e a atenção na própria competição que estava a disputar. “A principal questão era que eu estava lá para competir e não para ter um foco sob a minha sexualidade”, disse o atleta de 24 anos que ficou em quarto lugar nos 100 metros. “Ainda não chegamos ao ponto em que ser um atleta gay é um não-assunto. No entanto, se me perguntassem durante as vinte e tal entrevistas que me fizeram se tinha namorado ou namoradas- na mesma frase – eu eu teria respondido honestamente”, completou. A lista de atletas que assumiu a sua identidade sexual é ainda curta. Blake Skjellerup junta-se agora a atletas como o nadador australiano Matthew Mitcham ou o jogador de rugby galês Gareth Thomas que saíram recentemente do armário.