Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Crime de ódio no Reino Unido em julgamento

O episódio remonta a Setembro de 2009, quando Ian Baynham, de 62 anos, "homossexual assumido", foi espancado numa das mais conhecidas praças de Londres: Trafalgar Square.

Na noite de 25 de Setembro duas jovens, embriagadas, terão alegadamente insultaram Ian Baynham e um amigo deste com a frase: "Paneleiros de merda". O "insulto homofóbico" gerou de imediato confronto verbal, que se veio a  tornar físico quando o amigo das adolescentes, esmurrou Ian Baynham, que ripostou com uma bofetada numa rapariga. Após mais alguns confrontos Ian caiu no chão e foi pontapeado na cabeça pelos três jovens até ficar inconsciente. A agressão resultou em danos cerebrais irreversíveis e consequente morte do sexagenário 18 dias depois no Hospital Royal de Londres.

Os alegados agressores, Rachel Burke e Ruby Thomas, de 18 anos, e Joel Alexander, de 19, começaram esta semana a ser ouvidos em tribunal e negam ser os responsáveis pela morte do cidadão inglês.