Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Alegados "bullies" isentos no caso de Jamey Rodemeyer

Jamey Rodemeyer, de 14 anos, suicidou-se em Setembro último.

O jovem, vítima de bullying homofóbico tinha sido alvo de mensagens via internet em que Jamey era  chamado de “gay e feio” e cujo teor o encorajavam a matar-se. Jamey, no entanto, chegou mesmo a lançar um apelo de ânimo no âmbito do projecto de apoio a jovens LGBT It Gets Better.

Spirit Day, roxo pela juventude LGBT

Esta quinta-feira vários milhares de pessoas em todo o mundo irão usar algo roxo durante o “Spirit Day” como sinal de apoio a jovens gays, lésbicas, bissexuais e transgéneros (LGBT) e dessa forma manifestarem o seu repúdio contra o bullying de estes que são alvo.

 

Mais um suicídio de um adolescente vítima de bullying homofóbico (com vídeo)

Jamie Hubley, um adolescente canadiano que assumiu a sua orientação sexual junto da família e amigos, suicidou-se a 14 de Outubro, depois de ter sido vítima de bullying homofóbico. "Estou muito cansado da minha vida. É tão duro... Desculpem, já não consigo suportar, escreveu no seu blogue no dia em que morreu. "Não quero esperar mais três anos, é demasiado doloroso", acrescentou, referindo-se aos anos que faltavam para terminar o liceu. Segundo a imprensa, o adolescente de 15 anos sofria de uma depressão e era acompanhado por um psicólogo. "Não se passa nada de especial estou deprimido. Oxalá pudesse ser feliz. Eu tento, tento, tento... Queria apenas sentir-me especial para alguém", tinha já antes escrito.

 

Zachary Quinto sai do armário

O actor Zachary Quinto, conhecido do grande público graças à personagem Sylar, da série "Heroes" e por representar Spock no mais recente "Star Trek", tornou pública a sua orientação sexual. A revelação foi feita à revista New York Magazine. O actor falava sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo, que é legal em vários estados norte-americanos e sobre o caso de suicídio do adolescente Jamey Rodemeyer, que foi vítima de bullying homofóbico. "Como gay, olho para isto e digo que não há esperança. Mas olhando como um ser humano, pergunto-me por que existe esta desigualdade", declarou o actor, há vários anos defensor em público dos direitos LGBT.