Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Acompanha aqui o #orgulho2017

Robert A. Sherman: As reflexões de um Embaixador sobre Orlando e o mês do Orgulho LGBT

opiniao Robert A Sherman.png

Estava na minha cidade natal de Boston quando ouvi as notícias do horrível ataque em Orlando que atingiu directamente 100 pessoas, entre feridos e mortos. Tinha aterrado horas antes no voo inaugural da TAP que liga Lisboa a Boston e estava à espera de ter dois dias bem passados entre amigos e família. Ao ver as imagens da CNN em Orlando, a minha alma estremeceu. Recordei imediatamente os eventos trágicos que ocorreram três anos antes, quando radicais incitados pelo ódio atacaram a Maratona de Boston em 2013, activando explosivos a poucos quarteirões da minha casa.

José António Saraiva: “As ‘paradas gay' são um perfeito disparate”

JAS.jpg

“Sempre achei que o 'orgulho gay', as 'paradas gay' são um perfeito disparate. Orgulho porquê? Se, como os próprios dizem, ser homossexual é qualquer coisa independente da vontade, não se percebe que seja motivo de orgulho. Orgulho tem-se naquilo que foi obtido com o nosso esforço e o nosso trabalho.” As frases são de José António Saraiva, director do semanário Sol, num dos seus mais recentes artigos de opinião intitulado “O Armário”. “A admitir-se a parada do 'orgulho gay', teria de se aceitar uma parada do 'orgulho heterossexual' - com machos de fartos bigodes e abundantes pêlos no peito a desfilarem pelas ruas”, considera.

Dezenas de pessoas marcharam no 2º Orgulho LGBT dos Açores (com vídeo)

Dezenas de pessoas marcharam este Sábado na II Marcha LGBT dos Açores, em Ponta Delgada. A iniciativa foi organizada, pelo segundo ano, pela associação Pride Azores.

A marcha iniciou junto das Portas da Cidade, atravessou algumas artérias da capital de S. Miguel, e terminou com os discursos dos responsáveis pelas organizações participantes e organismos convidados.

Estas vão ser as marchas do Orgulho LGBT: Coimbra, Porto, Lisboa e Ponta Delgada

Desde o ano passado realizam-se em Portugal quatro marchas do Orgulho LGBT. A cidade mais recente a chegar ao rol foi Ponta Delgada onde, a 1 de Setembro de 2012, pela primeira vez no arquipélago açoriano, uma manifestação do Orgulho LGBT teve lugar. O dia foi considerado histórico e será repetido este ano a 31 de Agosto (Sábado).

Mas ainda antes de Ponta Delgada é a vez de Coimbra, Lisboa e Porto:

 

Assim foi o Orgulho LGBT em Portugal e no Mundo

Há um mês Ponta Delgada recebia pela primeira vez no arquipélago açoriano a manifestação do Orgulho LGBT. Tratou-se de um dia histórico nos Açores com centenas de participantes a percorrer o centro de Ponta Delgada e milhares de pessoas nos passeios a assistir ao culminar do festival Pride Azores. A partir da capital açoriana, Cassilda Pascoal relatou entre terça-feira, dia de arranque do festival, e Sábado, as conferências e eventos mais importantes do Pride Azores.

Desta forma, chegou ao fim a cobertura do dezanove.pt das Marchas do Orgulho LGBT de Portugal em 2012.

Açores: Primeira Marcha do Orgulho LGBT junta milhares nas ruas

A concentração estava marcada para as 17 horas nas Portas da Cidade, em Ponta Delgada. Pouco depois da hora agendada, começaram a chegar grupos de pessoas que rapidamente deram cor à praça cinzenta do basalto enquanto muitas pessoas paravam nos passeios e cedo a praça ficou rodeada de “curiosos”.

A exuberância do Gay Pride de Londres

A austeridade também chegou ao Gay Pride de Londres, que decorreu este Sábado. Desta vez não havia carros alegóricos e os participantes também foram avisados de que não valia a pena irem para o Soho porque não existiria a tradicional animação. Menos fundos públicos para organização do evento foram a razão para um Pride menos exuberante que em anos anteriores. Para quem está habituado às Marchas portuguesas nem se percebia a diferença.

 

 

Nomi Ruiz, Nuno Galopim e os meninos do Conga Club vão animar o Arraial Pride

A norte-americana Nomi Ruiz, o multifacetado Nuno Galopim e os meninos do Conga Club vão animar o serão do próximo Arraial Pride. A este cartaz somar-se-ão ainda vários outros dj’s para o período da tarde que serão ainda confirmados pela organização do Arraial Pride que terá lugar no Terreiro do Paço em Lisboa, a 30 de Junho.

A noite de Sábado 30 de Junho começa pelas 20 horas com os Double Date,  Borderline of Two (Nuno Paiva e Miguel Flor) e os DMA - Disco My ass (João V. Boas e Vítor d´Andreade). Às 22 horas é a vez de Nuno Galopim. O jornalista, DJ e curador musical do QueerLisboa irá animar durante duas horas o Terreiro do Paço ao som dos pratos de dj.

À meia-noite é a vez de Nomi Ruiz. A cantora de hip hop cuja performance é baseada no conceito Nu-disco, isto é, o género musical do século XXI inspirado nos anos 70 e 80. Ruiz tornou-se famosa em 2008 quando participou no projecto Hercules and Love Affair e depois no trio The Ones. Actualmente é vocalista da banda Jessica 6.

A partir das 2 da manhã, o mais recente fenómeno das noites de Lisboa ocupará a maior praça do país. Os meninos do Conga Club prometem, à semelhança das festas realizadas ao longo do último ano realizadas em vários espaços de Lisboa, surpreender o público com as suas escolhas musicais. Certo é que desta vez o espaço não será exíguo e não haverá filas à porta até de madrugada. A entrada é livre e tem as cores do arco-íris.

 

Já segues o dezanove no Facebook?

Albânia vai ter primeiro Orgulho LGBT

Está marcado para 17 de Maio. "Não se trata de um desfile do orgulho gay, mas de uma série de actividades que temos planeadas para celebrar em Tirana para reafirmar a nossa existência e pedir os mesmos direitos que o resto das pessoas", justificou à EFE Altin Hazizaj, presidente da associação LGBT Embaixada Pink.

Marcha do orgulho gay cancelada na Sérvia devido ao alto risco

Prevista para este Domingo, 2 de Outubro, a Marcha do Orgulho LGBT de Belgrado foi cancelada. Da mesma forma, as manifestações que se opunham a esta marcha também foram proibidas, anunciou Ivica Dacic, Vice-primeiro Ministro que é igualmente Ministro do Interior da Sérvia.

 

K-Y Jelly faz o seu primeiro anúncio dirigido às lésbicas (com vídeo)

A marca de lubrificantes K-Y criou o seu primeiro filme publicitário dirigido às mulheres homossexuais. No anúncio, que começará a ser emitido hoje nos Estados Unidos, podemos ver o casal Alex e Emma a falar sobre a sua relação. Um porta-voz da marca declarou: "Desde 1998 que apoiamos várias organizações LGBT e ligadas ao HIV/sida e também participamos em celebrações do Orgulho Gay e outros eventos. Desde 2008 que casais gay têm tido destaque na publicidade impressa e agora a marca continua a sua tradição de apoio e visibilidade ao incluir um casal de lésbicas na nossa publicidade."