Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Queer Lisboa 20: Cinco obras em português (com trailers)

pedro filme queer lisboa.jpg

Na 20ª edição do Queer Lisboa há vários filmes falados em português. Já aqui falámos do cabo-verdiano e multipremiado “Tchindas” ou da cinematografia dedicada ao universo porno gay do realizador António da Silva - e que apresenta quatro curtas neste festival dedicadas aos homens brasileiros. Agora é a vez de destacar cinco películas faladas em português para ver ao longo dos próximos dias. 

MP e Bárbara: este casal português de youtubers faz sucesso na internet

MP e Bárbara webcouple lesbian portugal youtubers

dezanove.pt dá frequentemente visibilidade a histórias de amor vindas do estrangeiro, mas desta vez é diferente. Finalmente chega-nos a história do primeiro webcouple e casal youtuber português.

Quatro anos de dezanove.pt: a saber, a fazer, a cuidar, a ver e a praia 19

São quatro anos a acompanhar diariamente a actualidade LGBT nacional e internacional. Em Abril de 2010 nascia o dezanove.pt. Ao longo de quatro anos foram publicadas mais de 2300 notícias que geraram quatro mil comentários no site e muitos mais milhares no Facebook. O dezanove dinamiza a temática LGBT nas principais redes sociais. Somados os seguidores no Facebook, Twitter e YouTube são mais de 12 mil pessoas que diariamente estão em cima do acontecimento.

Maioria diz que não vai adoptar acordo ortográfico

Apenas 16,63 por cento dos leitores do dezanove já adoptaram o acordo ortográfico. A maioria, 62,03 por cento, refere que não pretende seguir a nova norma do português, enquanto 19,6 por cento adianta que ainda não segue o acordo, mas que deverá adoptá-lo em breve. Participaram 403 pessoas no inquérito online promovido pelo dezanove.

Brasil, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Portugal, Timor-Leste e Guiné-Bissau já ratificaram o acordo. Ficam apenas a faltar Angola e Moçambique.