Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Ângelo Fernandes: "Queremos que os homens vítimas de abuso sexual saibam que não estão sozinhos"

 Quebrar o Silêncio - Ângelo Fernandes.jpg

Ângelo Fernandes tem 35 anos e acaba de fundar a Quebrar o Silêncio.

“Lembro-me de sentir uma vergonha imensa e uma culpa aterrorizante, como se fosse eu o culpado por toda a situação do abuso. E isso era horrível, era asfixiante. Havia dias que eu acordava já sufocado com isto. Houve momentos muito complicados para mim, porque por mais que dissesse, do ponto de vista racional, que não tinha culpa, o lado emotivo dizia o oposto”. Este excerto é parte de uma entrevista que Ângelo Fernandes concedeu ao dezanove.pt e que poderás ler a seguir.

Ângelo Fernandes: "Até nem pareces nada gay"

opiniao Ângelo Fernandes.png

“Tu disfarças bem”; “Ninguém diria que eras”; “Nunca suspeitaria de ti”; “Se não me contasses não acreditava que és gay”. Estes são alguns dos comentários que é comum ouvir, seja de alguém heterossexual ou mesmo de alguém gay. Ainda recentemente disseram-me: “Até nem pareces nada gay”, e isso levou-me a reflectir: existirá um modelo gay? A resposta é: não. O que existem são preconceitos.

“Descobri que tinha VIH aos 18 anos”

Aaron Laxton, um activista VIH/SIDA

Descobriu aos 18 anos que vivia com o VIH. Hoje tem 22 anos e quis partilhar com os leitores do dezanove.pt a sua história. Pedro (vamos chamar-lhe assim, já que este jovem pretende ver a sua identidade preservada) anseia dar voz à sua luta contra o preconceito, contra o estigma e pela prevenção das várias infecções sexualmente transmissíveis (IST) junto da população LGBT+.

O vírus existe diariamente, mas nem sempre as reportagens, artigos ou entrevistas captam tanta atenção como hoje: o Dia Mundial da Luta Contra a SIDA.

Os sinais gay-friendly da Eurovisão (com vídeos)

Eurovision LGBT.jpg

Arranca hoje o tudo ou nada para os países que participam no Festival Eurovisão da Canção. A primeira semi-final está marcada para esta terça-feira às 20 horas (hora de Lisboa). Podes acompanhar a transmissão do evento em directo através do site http://www.eurovision.tv/page/webtv ou em diferido  na RTP1 a partir das 22:23.

Em jogo está o apuramento de 10 entre 16 países para a final de Sábado. Como já escrevemos aqui, Portugal só entra em jogo na quinta-feira.

 

10 coisas que precisas de saber sobre o próximo Festival Eurovisão da Canção

Conchita Wurst - créditos Thomas Hanses EBU

Falta uma semana para a final do Festival Eurovisão da Canção. Este ano comemoram-se os 60 anos do festival e a festa vai fazer-se em Viena de Áustria. Uma das anfitriãs do certame será Conchita Wurst. O reinado da "Rainha da Europa" terminará agora?

O que tens de saber sobre esta tradição que se encontra na memória colectiva europeia e, sem sombra de dúvida, é o programa de televisão preferido dos Europeus?

 

 

Efeminados: ser homossexual, mas ter de lidar com a crueldade vinda da própria comunidade?

Foi recentemente criada uma página intitulada: “Sou/curto afeminado”, uma página dedicada a todos aqueles que, como se já não bastasse a hostilidade da sociedade pseudo­moderna, ainda têm que suportar a crueldade vinda da própria comunidade homossexual. A página do Facebook que fez a divulgação da criação desta página foi a “[Humor controverso] Bixa Depressão”, chamando atenção para o problema daqueles homossexuais que afirmam "”Não curto afeminados" no Grindr/Scruff/Hornet da vida” e perguntando “Quantas e quantas vezes você já viu a palavra "Discreto" sendo usada como elogio necessário para a "conduta gay".

Nova página online dedicada aos gays efeminados

Foi criada uma página no Facebook que traz de novo a questão do “gay efeminado”. A página "Sou/curto afeminado" foi criada há três dias no Brasil, e está num estágio embrionário, contando, por agora, com cerca de mil “likes”. Se quiserem visitar a página clique aqui.