Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Gays representam 30% da receita com turismo durante o Carnaval do Rio de Janeiro

Um estudo da Prefeitura do Rio de Janeiro e da empresa RioTur mostra que o turismo LGBT foi responsável por 30,75 por cento da receita total arrecadada na cidade do Rio de Janeiro durante o último Carnaval. Segundo os dados, os turistas gastaram, em valores absolutos 1,5 mil milhões de reais, dos quais 461 milhões saíram dos bolsos de homossexuais.

Como o Rio se tornou numa capital mundial do turismo LGBT

Por dois anos consecutivos, o Rio de Janeiro foi eleito o destino gay mais sexy do mundo. A cidade brasileira disputou em 2010 e 2011 o título com Madrid, Buenos Aires, Estocolmo, Portland e Saint Tropez.

 

Rio de Janeiro quer tornar-se a capital do turismo gay

O Rio de Janeiro celebrou entre 28 de Junho e 3 de Julho a “primeira semana carioca da diversidade”, que contou com a participação de cantores, actores e desportistas famosos. Lea T, a modelo transexual foi escolhida para abrir o evento. A semana da diversidade pretendeu celebrar as diferenças culturais e étnicas do Rio e é, ao mesmo tempo, uma tentativa de posicionar esta cidade no mapa como capital mundial do turismo gay.

Rio Sem Homofobia. Em Portugal autarquias não pretendem fazer nada (vídeo)

 

Foi hoje apresentada a campanha Rio Sem Homofobia, lançado pelo governador do Estado, Sérgio Cabral. A divulgação da campanha, que coincide com o Dia Mundial de Luta Contra a Homofobia e a Transfobia, vai incluir anúncios de televisão, de rádio, panfletos, sites, t-shirts e tendas na praia para apoiar a iniciativa. O governador autorizou também que militares, polícias e bombeiros homossexuais participem, caso pretendam, com uniforme nas próximas marchas do orgulho. "Da minha parte, estão todos liberados para sair na próxima passeata. Podem botar o carro do Corpo de Bombeiros, das polícias. Nenhum problema. O amor não deve ser razão de nenhum tipo de discriminação", referiu Sérgio Cabral. Em Portugal, não está prevista qualquer acção das autoridades autárquicas associada ao Dia Mundial de Luta Contra a Homofobia e a Transfobia.