Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Morreu o criador da bandeira do arco-íris

Gilbert Baker bandeira LGBT.jpg

Gilbert Baker, o nome poderá não dizer muito à maioria dos leitores, mas a sua obra é incontornável. Em 1978, Baker costurou a primeira bandeira colorida e que se tornou o símbolo da comunidade LGBTI em todo o mundo. Baker faleceu aos 65 anos de idade na madrugada da última quinta-feira, noticiam os media norte-americanos. 

 

Um hambúrguer gay ou um hambúrguer igual aos outros? (com vídeo)

 

A cadeia Burger King celebrou o Gay Pride com um “hambúrguer gay” e filmou as diferentes reacções dos clientes quando se depararam com um hambúrguer embrulhado em papel arco-íris. 

Na semana do Orgulho LGBT em San Francisco a cadeia de fast food Burger King decidiu introduzir um novo item no menú: um hambúrguer do orgulho gay (Proud Whopper).

"Daddies" é a nova curta explícita de António da Silva (com vídeo)

O realizador português António da Silva está de volta. Depois de "Mates", "Julian", "Pix", "Bankers" e "Gingers" é a vez de "Daddies", o filme que versa sobre o universo sénior. Filmado no último Verão em San Francisco (EUA), considerada "uma capital de homens gays onde se pode praticar e falar de sexo e do corpo de forma descontraída e com significado", pode ler-se numa nota de imprensa a que o dezanove.pt teve acesso.

O Pride de San Francisco contado por quem lá vive

Os parques de San Francisco (Estados Unidos) ficam repletos e ainda só é sexta-feira. Percebemos as diferenças entre os autóctones e os entusiásticos visitantes (pelo seus trajes burlesco-exagerados), que vêm de tantas outras partes dos EUA à procura de liberdade de expressão, em pleno Pride da cidade.

 

 

 

Ordenam a casal de lésbicas que abandone museu por estarem de mãos dadas

No passado fim-de-semana duas turistas visitavam um museu de arte contemporânea sobre a comunidade judaica em San Francisco, nos Estados Unidos, quando o segurança lhe pediu para saírem porque estavam de mãos dadas. O casal reclamou, os visitantes presentes também se insurgiram com atitude do segurança e, segundo o noticiam vários meios, o director de Marketing e Comunicações do Museu retirou de imediato o segurança dessas funções.

Como é o maior Pride dos Estados Unidos

"In Pride We Trust" foi o tema dos 41 anos da celebração do Gay Pride em San Francisco, que teve lugar este fim-de-semana (25 e 26 de Junho). Chegando ao centro da cidade, por voltas das 13 horas, junto do Civic Center - onde há mais de 30 anos Harvey Milk incitou as massas a saírem às ruas com "Orgulho" -, avistamos o palco principal e pessoas coloridas (trajes, pinturas faciais, adereços do arco-íris), de todas as raças e idades. Alguns mais extrovertidos e mais velhos passeiam despidos pelo recinto fechado ao trânsito para a celebração, como forma de expressão do seu orgulho.

A celebração do Pride LGBT de San Francisco é considerado o maior encontro LGBT dos EUA. O comité de celebração do Pride LGBT baseia a organização deste macro-evento em doações mínimas "espontâneas" de cinco dólares na entrada dos portões do evento.