Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

“Nunca é tarde para mudar. Tenham força e coragem”

kiki 1.jpg

Kiki Pais de Sousa, que é responsável pela SaunApolo 56, a sauna de Lisboa aberta a todas as orientações sexuais e identidades de género, terminou o processo de mudança de sexo. Em entrevista ao dezanove explica porque optou por recorrer a um hospital privado, apesar de Portugal costumar ser apresentado como um dos países mais avançados do mundo nesta matéria, em termos de legislação.

 

 

Pessoas trans e intersexo foram ao Parlamento explicar por que é preciso mudar a lei portuguesa

AR.jpg

O Bloco de Esquerda vai propor várias alterações legislativas de forma a incluir as reivindicações da comunidade transexual e intersexual. A promessa foi deixada pelo deputado José Soeiro no final da audição promovida pelo partido, que reuniu, para além de investigadores e activistas, cerca de duas dezenas de pessoas transgénero e intersexo no Parlamento – um número considerado “histórico” por várias dos intervenientes.

Ministro da Saúde questionado sobre a falta das cirurgias de reatribuição de sexo

Paulo Macedo transexuais Coimbra URGUS API.jpg

A API (Ação pela Identidade), organização não-governamental que promove a defesa e o estudo da diversidade de género, escreveu ao Ministro da Saúde saber o ponto de situação das cirurgias de reatribuição de sexo (CRS) no Serviço Nacional de Saúde, dado que nos últimos quatro anos várias pessoas trans se queixam da falta de cirurgias.

Prémios Arco-Íris: Lei de Identidade de Género tem sido enviesada de forma "terrorista" pela Ordem dos Médicos

O acompanhamento da aprovação e entrada em vigor da Lei de Identidade de Género feito pelo jornalista do Jornal de Notícias, Nuno Miguel Ropio, foi distinguido pela ILGA Portugal. O jornalista esteve esta quarta-feira no São Jorge para receber um Prémio Arco-Íris. No seu discurso, Nuno Miguel Ropio teceu considerações à falta de monitorização da Lei de Identidade de Género, sugerindo que fosse supervisionada a nível parlamentar.