Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Tese portuguesa analisa homossexualidade no Al-Andalus e Magrebe

homossexualidade no islão.jpg

No passado dia 22 de Dezembro de 2014, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, realizaram-se as provas públicas de defesa da tese de Mestrado de Miguel Boronha, subordinada ao tema: "Homossexualidade Masculina na Literatura Mujun e na Normativa Islâmica, no Al-Andalus e Magrebe (séc. X-XIII)", inserida no âmbito do Mestrado em História do Mediterrâneo Islâmico e Medieval.

Miguel Boronha.jpg

A postura do Islão em relação à homossexualidade encontra-se bem definida na sua jurisprudência, nomeadamente no Corão. A sodomia é proibida, e a punição pela sua prática varia de acordo com os hadiths reconhecidos por cada uma das diferentes escolas de jurisprudência. No entanto, apesar da proibição, observamos um florescer de poesia homoerótica no al-Andalus e no Magrebe dos séculos X ao XIII, particularmente no género literário denominado de mujun, ou obsceno.

Debruçando-se sobre esta ambivalência paradoxal, o investigador, numa exposição sempre bem-humorada, levantou questões pertinentes sobre a continuidade da prática da pederastia da Antiguidade Clássica no Islão Medieval, o conhecimento científico da época sobre a matéria e a possibilidade de se utilizar como modelo de estudo a ideia da bissexualidade comportamental na sociedade medieval islâmica do Al-Andalus e Magrebe.

Obtendo a classificação final de 18 valores, e o apelo colectivo do júri à continuidade da investigação, a tese ficará disponível para consulta nos meios próprios da Universidade de Lisboa, com o texto redigido em inglês.