Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Um uniforme do arco-íris que é um protesto silencioso?

O estilista Willy Bogner contemplou um padrão arco-íris no equipamento desportivo dos atletas alemães que vão participar nos Jogos Olímpicos de Sochi.

A reacção do público e dos média foi unânime: as cores dos uniformes representam um protesto silencioso contra as leis anti-LGBT que o presidente Putin implementou na Rússia e que desencadearam uma cultura de medo e violência dentro da comunidade LGBT russa.

A confederação olímpica desportiva alemã explicou à imprensa que a escolha das cores não tem nenhuma mensagem política pró-LGBT e o estilista defendeu que o padrão escolhido será a moda nos próximos meses. Todavia, ninguém parece acreditar nestas declarações. Um comentário no Twitter descreve os uniformes como “fantásticos” e que o desfile da equipa alemã no evento desportivo se poderá “equiparar a uma marcha do orgulho gay”.

Há meses o presidente Vladimir Putin prometeu castigar todos aqueles que que perturbarem o bom funcionamento dos Jogos Olímpicos com propaganda pró-LGBT. As penalizações passariam por multas milionárias, a extradição do país e até prisão temporária. Mais recentemente pediu à população LGBT que “deixasse em paz as crianças russas.”

Falta saber qual será a actuação das autoridades russas quando a equipa alemã entrar no recinto desportivo no dia da inauguração ou quando subir ao pódio vestindo as cores do arco-íris.

 

José Morgado