Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

VIH indetectável = VIH intransmissível

vih.jpg

O vírus da imunodeficiência humana ou VIH não se consegue multiplicar sozinho. O VIH usa as células de defesa do sistema imunitário, chamadas CD4, como uma fotocopiadora. As CD4 são destruídas no processo de fotocópia do VIH. Ao longo do tempo, o número de cópias de VIH aumenta e o número de CD4 reduz-se, deixando o sistema imunitário com uma resposta deficiente de defesa contra outras infecções – síndrome da imunodeficiência adquirida ou SIDA (1).

 

Os medicamentos contra o VIH (ou antirretrovirais) impedem o VIH de usar as CD4 para se copiarem. Assim, ao longo do tempo sob tratamento contra o VIH, a quantidade de CD4 necessárias à nossa protecção é recuperada e a carga viral (cópias do vírus em circulação no sangue) diminui progressivamente até que fica indetectável (2).

O tratamento eficaz contra o VIH impede a progressão para sida, possibilitando uma esperança média de vida equivalente a uma pessoa que não tenha a infecção pelo VIH. O tratamento eficaz contra o VIH contribui para manter uma carga viral indetectável. O risco de transmissão de uma pessoa que vive com a infecção pelo VIH, sob tratamento eficaz, e com carga viral indetectável há pelo menos seis meses é negligenciável a nulo (3).

Faz o teste para o VIH, conhece o teu estatuto e inicia o tratamento. VIH indetectável = VIH intransmissível.

 

Artigo de Miguel Rocha, enfermeiro de Saúde Comunitária

 

Fontes:


[3] http://www.preventionaccess.org/consensus

 

 

1 comentário

Comentar