Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Violência no Namoro: quase 69% dos jovens aceita um acto de violência como natural

violência no namoro.JPG

A associação UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta - organiza este 14 de Fevereiro, na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, no Porto, uma conferência de imprensa sobre a violência no namoro. Um problema que, mesmo que ocorrido no período da adolescência, tem repercussões na vida dos/as jovens refere a UMAR em comunicado.

 

A UMAR tem procurado sistematicamente conhecer junto dos/das jovens, quer as suas concepções acerca do que é ou não aceitável, quer as suas experiências de violência vividas nas relações íntimas.

O mais recente estudo nacional da UMAR (2018), com uma amostra de cerca de 4600 jovens e uma média de idades de 15 anos, alerta para as elevadas taxas de vitimação e, sobretudo, de legitimação da violência. “É preocupante verificar que a maior parte dos/as jovens (68,5%) considera como natural algum dos comportamentos que configuram a violência no namoro”, pode ler-se na nota dirigida à imprensa.

No próximo dia 14 de Fevereiro, às 11h30, na FPCEUP - Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, Rua Alfredo Allen - Porto, a UMAR realizará uma conferência de imprensa para a divulgação dos dados deste estudo sobre vitimação e concepções dos/as jovens sobre a violência no namoro. O estudo é subvencionado pela Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro, e a apresentação do mesmo contará com a sua presença.