Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

O primeiro musical drag interactivo do mundo é português e tem tudo… até Filomena Cautela!

Filomena Cautela.jpg

A pandemia da covid-19 implica cuidados redobrados e adicionalmente capacidade de reinvenção para fazer face a um mercado com estabecimentos fechados ou com limitações nas suas lotações, com cada vez mais pessoas desempregadas ou pessoas em lay off.

 

 

Relações LGBTI e Bullying Homo/Bi/Trans/Interfóbico: As ideias de uma conversa informal em Coimbra

bullying-3096216_960_720.jpg

Realizou-se no dia 6 de Junho uma conversa informal sobre as Relações LGBTI e Bullying Homo/Bi/Trans/Interfóbico, promovida pela rede ex aequo e Núcleo de Estudantes de Biologia - Associação Académica de Coimbra. Apresentamos agora as principais conclusões.

Celebrar o Orgulho LGBTI+ em 2020 – uma estratégia de Marketing?

Daniel.png

A data que se celebra é histórica. 28 de Junho de 1969, marca o início dos movimentos da luta civil em favor dos direitos das sexualidades e identidades de género que se iriam repercutir pelos EUA, Europa e um pouco por todo o mundo. Como pano de fundo temos o bar de Stonewall Inn, um bar gay em Greenwich Village, Nova Iorque, e com personagens queridas pela história, as activistas Marsha P. Johnson, Sylvia Rivera e Stormé DeLarverie, que junto de aproximadamente 400 pessoas, iriam pela primeira vez se juntar num tumulto de libertação e resistência contra a opressão e violência de pessoas homossexuais, bissexuais, transgénero, negras e feministas sentida pelas rusgas policiais diárias que se arrastariam até ao dia 2 de Julho.

 

"Surgiu o boato nas redes sociais de que eu tinha morrido de covid-19"

Ricardo Bargão

Ricardo Bargão, 50 anos, artista multifacetado e proprietário de um bar dirigido ao segmento homossexual adulto em Lisboa, percebeu há umas semanas que estava infectado com covid-19. Como foi lidar com a doença no início desta pandemia em Portugal? Que receios viveu? Como se sente agora depois de ter testado negativo? Como vai dar a volta ao negócio que explora e fazer face à timidez económica que, depois da crise sanitária, pode levar ao desemprego? Fomos ouvi-lo.